Notícias de Caçador e Região

Nacional: Tio que participou de estupro coletivo e morte de criança indígena é encontrado morto em presídio

Tio que participou do estupro e morte de criança indígena foi encontrado morto nesta quinta-feira, 12, em uma cela da Penitenciária Estadual de Dourados (PED), em Mato Grosso do Sul. A Polícia Civil está investigando as circunstâncias da morte do homem. As informações são do portal MidiaMax.

Raíssa da Silva Cabreira, de etnia Kaiowá, foi encontrada morta na última segunda-feira, 9, após ser arremessada de um penhasco de mais de 20 metros de altura, após ter sofrido um estupro coletivo na aldeia Bororó, no Município de Dourados. De acordo com o delegado que investiga o caso da criança de 11 anos, ela já vinha sofrendo abusos sexuais do tio desde que ela foi morar com os avós, aos cinco anos de idade, onde o tio também morava.

O tio, que confessou ter participado do crime e mais quatro homens foram presos. Dois deles são adolescentes e confessaram participação no ato criminoso. Todos foram autuados e indiciados pelos crimes de estupro de vulnerável, feminicídio e homicídio qualificado, na última terça-feira, 10.

Com informações O Povo 

Veja Também

Comentários estão fechados.