Notícias de Caçador e Região

Mãe mata jovem e diz que ele confessou estupro da filha, de 2 anos

Mulher de 25 anos, suspeita de assassinar Alex de Matos de Moraes, de 18 anos, no domingo (18), diz que o homem confessou ter estuprado a filha dela, de dois anos, em São Gabriel do Oeste (MS). Ela revelou à polícia que o matou como vingança pelo suposto crime sexual.

Conforme o delegado Fábio da Silva Magalhães, 47 anos, a motivação para a morte de Alex foi o suposto estupro da menina, que é investigado, mas ainda não confirmado.

Magalhães detalha que a mãe, revoltada com a suspeita de abuso da filha, reuniu dois amigos dela, que levaram Alex até uma plantação de soja. Lá, ele foi agredido com faca e teria revelado que abusou da criança.

A mãe e os dois comparsas executaram a vítima a tiros e deixaram o corpo ocultado em meio à vasta lavoura. A arma usada no crime – revólver calibre .38, foi apreendida e a mãe disse ser propriedade dela.

A Polícia Civil ainda tem algumas dúvidas sobre as versões dadas pelos suspeitos, sobretudo quem deu os tiros. No entanto, tem elementos robustos – inclusive testemunhas – para comprovar que os três estavam na cena do crime.

Magalhães também destaca que, dois dos envolvidos, souberam apontar o local onde o corpo foi achado.

Fabio da Silva disse que a mãe e um comparsa foram presos em flagrante, mas ainda não passaram por audiência de custódia. Ele disse que representou pela prisão preventiva dos dois.

Sumido

O delegado Fábio da Silva disse que o terceiro envolvido no caso está foragido. Ele é morador de São Gabriel e bastante conhecido na cidade. O suspeito também teve a prisão preventiva pedida à Justiça.

Abuso

A criança vítima foi levada para o hospital local, onde um exame inicial não indicou abuso sexual. No entanto, o delegado Magalhães reflete que isso não quer dizer que não houve crime sexual, já que há várias maneiras de cometê-lo.

O crime

Alex de Matos Moraes, de 18 anos, foi encontrado morto, na segunda-feira (19), em uma plantação de soja, nos arredores de São Gabriel do Oeste.
A vítima era suspeita de estuprar uma menina de dois ano. Ao descobrir o suposto crime, a mãe reuniu dois comparsas e o assassinou.

O abuso teria ocorrido no sábado (17), sendo a criança encaminhada ao hospital local. No dia seguinte, domingo (18), policiais receberam a informações de que Alex poderia ser o autor do crime, mas que ele já havia sido morto e o corpo ocultado.

Com informações Top Mídia News

Veja Também

Comentários estão fechados.