Notícias de Caçador e Região

DIC investiga execução de tio e sobrinha de forma sigilosa, mas traça duas linhas de investigação

A Divisão de Investigação Criminal de Caçador (DIC), assumiu as investigações do duplo homicídio, que resultou na morte de Gislaine Vogel, 18 anos, e Roberto Machado, 40 anos, sobrinha e tio, após uma festa de formatura, em Caçador. O crime ocorreu na madrugada deste domingo, 24, no Centro.

De acordo com o delegado Fernando Guzzi, foram traçadas duas linhas de investigação do caso, porém, prefere manter em sigilo. Ainda neste domingo, foram ouvidas quatro testemunhas do caso, uma delas, a esposa de Roberto, testemunha ocular.

O delegado revelou ainda que Gislaine foi alvejada por quatro disparos e Roberto por dois. A princípio, ambos deram entrada no hospital já sem vida.

Conforme o delegado, ele espera solucionar o crime o mais rápido possível para poder entender o que teria provocado as duas mortes e quem cometeu o crime. Nenhuma hipótese é descartada.

Guzzi comentou ainda que na rua, onde os dois teriam sido executados, não possui nenhuma câmera, não tem testemunhas e a cena do crime toda mexida, o que dificulta ainda mais o trabalho da investigação.

Nos próximos dias, mais pessoas devem ser ouvidas e o delegado aguarda os laudos periciais do IGP.

Veja Também
Comentários
Loading...