Notícias de Caçador e Região

Youtuber simula assalto cinematográfico, mobiliza helicópero Águia, e acaba preso em SC

Um youtuber de Balneário Camboriú movimentou uma grande equipe policial de diversas cidades do Litoral Norte de Santa Catarina, incluindo a equipe do helicóptero Águia 07.

A ocorrência se deu após o youtuber após gravar cenas de assalto com armas de airsoft semelhantes a fuzil em plena via pública, assustando moradores na tarde desta quarta-feira (19).

O rapaz sequer comunicou às pessoas que se tratava de uma gravação, assustando as “supostas vítimas”, que acabaram acionando a Polícia Militar, denunciando supostos assaltantes.

De acordo com as vítimas, os supostos criminosos estavam em uma caminhonete Ranger, portando armas longas, do tipo fuzil. O Youtuber também não pediu a autorização das forças de segurança para gravar as cenas em vias públicas.

A denúncia

O chamado da polícia pelo 190 indicava que um roubou estaria ocorrendo próximo a um clube de tiro que fica no bairro Nova Esperança, em Balneário Camboriú. De acordo com a ligação, alguns homens teriam realizado o assalto portando armas longas, do tipo fuzil e fugido em uma caminhonete Ranger.

Diante da gravidade da denúncia, todas as viaturas e motocicletas policiais do 12° Batalhão de Polícia Militar de Balneário Camboriú, incluindo a equipe do helicóptero Águia 07 se empenharam para averiguar a denuncia.

Os agentes iniciaram uma grande operação e cerco com o objetivo de localizar os supostos criminosos e o veículo utilizado no suposto assalto. Para tanto, as viaturas cruzaram sinais vermelhos, trafegaram pela contramão e excederam o limite de velocidade das vias.

Além disso, outras ocorrências do sistema, que aguardavam atendimento policial, foram deixadas em segundo plano, visto que a gravidade da denúncia exigia a mobilização de todos os policiais militares disponíveis.

No local do suposto crime, várias pessoas moradoras da região confirmaram a mesma informação da ligação feita ao 190, indicando a rota de fuga do veiculo suspeito.

Depois de pelo menos 30 minutos de intensas buscas pelas equipes, com sobrevoo da aeronave águia 07 pela região e também mobilização das equipes policiais de Itapema e Itajaí, que passaram a realizar barreiras na BR-101, para evitar possível fuga, os policiais enfim encontraram a camionete estacionada numa casa, localizada na rua Nova Iguaçu.

“Apenas um vídeo”

Ainda neste momento, os policiais trabalhavam com diversos indicativos de que os suspeitos estariam na casa e haveria o flagrante dos crimes referidos, por isso, os agentes cercaram a casa e abordaram o morador.

O morador, de 28 anos, relatou para a Polícia Militar que é youtuber e que estava “apenas gravando um vídeo” em  pela via pública, simulando um assalto, tudo isso para o canal dele no Youtube, e que as armas usadas seriam do tipo airsoft.

O rapaz informou ainda que não informou e tampouco solicitou qualquer autorização dos órgãos públicos competentes para gravar tais cenas na rua. Além disso, o rapaz simulava cenas de assalto sem ao menos comunicar as “supostas vítimas” que se tratava de cenas.

As vítimas reforçaram para a polícia que o youtuber ainda teria apontado uma arma na direção delas, mandando ir embora, com voz e gestos. Que diante da situação, fugiram correndo em desespero, até uma fábrica e pediram o funcionário do local para ligar para a Polícia Militar.

As vítimas contaram ainda que se sentiram extremamente assustadas com a situação, ainda estando emocionalmente abalados no momento e deram depoimento para a guarnição policial.

“Brincadeira” resultou em prisão

Diante dos fatos, principalmente por atentar contra o funcionamento do serviço policial militar, provocando prejuízo ao atendimento de outras ocorrências além das atividades de policiamento ostensivo e preventivo, a guarnição deu voz de prisão em flagrante para o youtuber.

Ainda nesta quinta-feira (19), o rapaz segue preso pelos crime do artigo 265 do Código Penal, bem como pelo crime de ameaça e pela contravenção de perturbação do trabalho ou sossego alheios, com penas que podem chegar a 5 anos de prisão.

As armas de airsofts e demais itens utilizados na gravação foram apreendidos como objetos dos crimes praticado. Nas filmadoras apreendidas há várias cenas das gravações feitas em simulação ao assalto.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, crianças e adolescentes participaram da gravação portando armas airsoft e simulando o crime. O Conselho Tutelar foi acionado.

O que diz o youtuber

A defesa do youtuber emitiu uma nota na qual esclarece que “os fatos noticiados pelas redes sociais e imprensa não condizem com a realidade dos acontecimentos. Todas as medidas necessárias já estão sendo tomadas e em breve tudo será esclarecido”.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.