Notícias de Caçador e Região

Youtuber que mobilizou até helicóptero em falso assalto cinematográfico é solto em SC

Após passar uma noite detido, o youtuber preso em flagrante por mobilizar a polícia com uma simulação de assalto foi liberado pelo juiz Roque Cerutti, da 1ª Vara Criminal de Balneário Camboriú, após audiência de custódia.

Para o juiz, como a intenção dele era produzir vídeos e não atentar contra a segurança, não cabe o delito atribuído na prisão. “Ainda que os atos praticados pelo indiciado possam ser considerados irresponsáveis e reprováveis, não são típicos”, declarou o juiz.

Ainda conforme Cerutti, se trata de delito de menor potencial ofensivo, “não sendo cabível a prisão em flagrante”.

‘Reality show’ da prisão

No YouTube, mesmo ainda detido, um vídeo foi publicado mostrando a “saga” da esposa do youtuber após saber da prisão e tentar liberar o companheiro. No vídeo, que começa com uma montagem das fotos divulgadas pela PM (Polícia Militar), a mulher conta que “teve uma visão” da prisão do youtuber, dias antes. “Eu tenho um sexto sentido”, declara.

Na cena seguinte, já na Central de Plantão Policial, ela narra o medo de que o youtuber tenha sido levado para outro lugar. Ele foi: em seguida, um advogado de defesa informa que o homem foi levado para o Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, a Canhanduba.

Falso alarme

O youtuber movimentou uma grande equipe policial de diversas cidades do Litoral Norte de Santa Catarina, incluindo a equipe do helicóptero Águia 7. Ele estava no bairro Nova Esperança, gravando vídeos simulando cenas de assalto com armas de airsoft semelhantes a fuzil, assustando moradores na tarde desta quarta-feira (18).

O rapaz sequer comunicou às pessoas que se tratava de uma gravação, assustando as “supostas vítimas”, que acabaram acionando a Polícia Militar, denunciando supostos assaltantes.

Conforme as vítimas, os supostos criminosos estavam em uma caminhonete Ranger, portando armas longas, do tipo fuzil. O youtuber também não pediu a autorização das forças de segurança para gravar as cenas em vias públicas.

A denúncia

O chamado da polícia pelo 190 indicava que um roubo estaria acontecendo próximo a um clube de tiro no bairro Nova Esperança. Todas as viaturas e motocicletas policiais do 12° Batalhão de Polícia Militar de Balneário Camboriú, incluindo a equipe do helicóptero Águia 07 foram mobilizadas.

Os agentes iniciaram uma grande operação e cerco para localizar os supostos criminosos e o veículo. As viaturas cruzaram sinais vermelhos, trafegaram pela contramão e excederam o limite de velocidade das vias.

Além disso, outras ocorrências do sistema, que aguardavam atendimento policial, foram deixadas em segundo plano, visto que a gravidade da denúncia exigia a mobilização de todos os policiais militares disponíveis.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.