Votação única: Câmara aprova a Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2023

Notícia Hoje

Notícia Hoje

As informações mais atualizadas de Santa Catarina, do Brasil e do Mundo!

Compartilhe

Os vereadores de Caçador aprovaram nesta segunda-feira (18), em votação única, o Projeto de Lei que dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2023. A matéria, já discutida com a comunidade em audiência pública, prevê receita total estimada em R$ 412 milhões para o próximo ano, sendo que deste, R$ 364,5 milhões se referem a receitas correntes.

Com a determinação legal de aplicação de no mínimo 25% da receita, o setor da Educação possui o maior montante previsto, na ordem de R$ 136,9 milhões, seguido pela área da saúde, com R$ 69 milhões, e pelo Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos (IPASC) com R$ 55 milhões.

Para a Infraestrutura está previsto o total de R$ 30,1 milhões e outros R$ 10 milhões para a Secretaria de Administração; R$10,3 milhões serão destinados à Assistência Social e R$ 13,3 milhões para a Agricultura, Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente. Além disso estão previstos R$ 8 milhões para a área da segurança e R$ 3,7 milhões para a Cultura, Esporte e Turismo.

A LDO prevê também os investimentos/gastos com o IPPUC (R$ 3 mi); com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (4mi); na Assistência Social (R$ 10,3 mi), Câmara de Vereadores (R$ 12 mi), além de outras áreas estratégicas.

Lilo conduz os trabalhos

A votação desta e de outras matérias na sessão desta segunda-feira foram conduzidas pelo vice-presidente da Câmara, Alcedir Ferlin, que assumiu a presidência no lugar de Moacir D’Agostini, que está à frente do Executivo Municipal até o dia 27 de julho, devido à licença do prefeito Alencar Mendes.

Lilo também conduz os trabalhos durante a sessão ordinária desta terça-feira (19).

 

Receba notícias, diariamente.

Salve nosso número e mande um OK.

Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp