Notícias de Caçador e Região

VÍDEO: Polícia Civil realiza operação na Prefeitura de Caçador

A Polícia Civil de Caçador prendeu, na tarde desta terça-feira, 18, o prefeito Beto Comazzetto, e o secretário de Fazenda, Gilberto Haudsh, por posse ilegal de arma de fogo. As armas foram encontradas nas residências dos dois. Tanto Beto quanto Haudsch pagaram fiança e foram soltos.

armas

Os policiais apuram acusações de crimes de emprego irregular de verba pública e associação criminosa por conta do programa Asfalto para Todos, conhecido como asfalto caução, onde os moradores cotizaram para que fossem pavimentadas as ruas.

De acordo com o delegado Eduardo de Mattos, a investigação iniciou com informações de denúncias publicadas na imprensa local e que davam conta de que o dinheiro das contas havia sido retirado.

“A Polícia Civil instaurou inquérito e passamos a ouvir os vereadores que denunciaram e testemunhas e confirmamos irregularidades”, disse o delegado.

operacao-policia-civil

Com isso, houve uma representação pelo afastamento do prefeito e de três secretários, bem como mandado de busca na Prefeitura e nas residências e quebra de sigilo bancário de todos os envolvidos.

“Hoje foi dado cumprimento aos mandados de busca e, na casa do prefeito, foram localizadas 6 armas de fogo e 4 estavam com registro vencido. Já na casa do secretário da Fazenda foi encontrado um revólver com registro vencido. Os dois foram autuados em flagrante e encaminhados para a Delegacia de Polícia”, explicou Eduardo de Mattos.

Agora, as investigações da Polícia Civil prosseguem baseadas nas provas adquiridas na Prefeitura.

Veja Também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.