Notícias de Caçador e Região

VÍDEO: Caçadorense, que perdeu perna e braço em acidente, pede ajuda para conseguir cadeira motorizada

O caçadorense Celso Tavares de 56 anos, pede ajuda para conseguir adquirir uma cadeira de rodas motorizada. Há 7 anos, ele sofreu um acidente e perdeu uma perna e um braço.

Celso pegou o ônibus para trabalhar na colheita da maçã às 6h. Q quando estavam no km 26, já em Lebon Régis, uma carreta carregada com placas de MDF bateu no ônibus.

“A carreta tombou e bateu no ônibus, e foi onde eu perdi a perna e o braço”, contou.

Celso foi encaminhado para o hospital onde ficou em coma por dezoito dias. Foi transferido para Curitiba onde ficou internado três meses e quinze dias. No total, Celso passou por 24 cirurgias.

Ele ganhou uma cadeira de rodas simples, porém a cadeira acabou estragando. Nem se movimentar Celso conseguia com a cadeira e dependia da ajuda da esposa, Salete Ramos Müller, de 56 anos. Entretanto, devido à idade, a mulher desenvolveu problemas na coluna e não tem mais forças para ajudar o marido.

“Para que ele consiga andar com a cadeira, porque eu também tenho muitos problemas de saúde, depois que ele sofreu o acidente ficou bem pior para mim”, contou a esposa.

Celso ainda tenta caminhar com ajuda de uma muleta, mas tem muita dificuldade e, recentemente, tem sentido muita dor no quadril por ter que apoiar a perna. O homem sobrevive apenas com o salário da aposentadoria, que muitas vezes é utilizado quase na totalidade para tratamentos.

“Tem mês que não recebo nada porque gasto na farmácia, seiscentos, quinhentos, quatrocentos por mês”, lamentou.

Celso até recebeu uma prótese SUS, mas a peça é muito pesada. Ele até consegue encaixar, mas quando dá dois passos ela cai. Inclusive, Celso já sofreu um acidente com a prótese. Há dois anos, caiu em frente ao fogão e quebrou a outra perna e teve que passar por mais uma cirurgia em Chapecó.

Devido a todas essas dificuldades, Celso pede ajuda para conseguir uma cadeira de rodas motorizada e, quem sabe mais tarde, conseguir uma prótese mais leve.

“Eu queria uma cadeira motorizada. Se alguém pudesse me ajudar e me dar essa força para eu poder sair e caminhar um pouco, seria muito bom”, completou.

Para ajudar Celso entre em contato pelos fones:

(49) 988980252 Salete (Claro)

(49) 999096969 Salete (Tim)

(49) 988710359 Vanessa

Conta para depósito para ajudar Celso
Veja Também

Comentários estão fechados.