Notícias de Caçador e Região

Vídeo: Bloqueio impede pai de levar filho a cirurgia: “Que fique cego”

O pai de um menino de 9 anos se revoltou contra manifestantes que realizaram um bloqueio na rodovia BR-163, na altura de Sorriso (MT), contra o resultado das eleições de 2022. Ele passou por momentos de tensão na segunda-feira (21/11) ao tentar levar o filho para uma cirurgia oftalmológica em Cuiabá — sem o procedimento, o garoto poderia ficar cego.

Eder Rodrigues Boa Sorte, de 41 anos, é morador de Sorriso e tem dois filhos, um de 9 e outro de 10 anos. Ele conseguiu a cirurgia para o filho mais novo após uma batalha judicial. O menino espera há mais de três meses pelo procedimento, avaliado em R$ 15 mil.

Após três horas perdidas com negociações, eles só conseguiram seguir viagem por um caminho alternativo dentro de uma lavoura.

No relato à imprensa local, Eder contou que ele e o filho mais velho, de 10 anos, foram ameaçados. Um dos participantes do bloqueio teria dito para eles seguirem a pé, e que não se importava se o menino ficasse cego.

“Fui por várias vezes ameaçado por um deles com um facão. Balançava e me mostrava, dizendo que eu não passaria. Dizia que não se importava se o meu filho ficaria cego ou que os demais morressem, porque não éramos melhores do que eles”, relatou.

Nas imagens, é possível ver que o filho mais velho tenta acalmar o pai, que se desesperou com a possibilidade de a cirurgia ser perdida: “Meu filho vai perder o olho”, disse Eder.

A criança se desespera, enquanto os participantes do bloqueio gritavam. O apelo foi registrado no vídeo.

Com informações Metrópoles 

Veja Também

Comentários estão fechados.