Notícias de Caçador e Região

Vida real – Por Denilson Araújo

Hoje quero partilhar com você pequenos e importantes momentos da minha vida e desejo que pelo menos parte deles se assemelhe com a sua…
Eu cresci comendo a comida que minha mãe podia colocar na mesa, sempre respeitei minha mãe e as pessoas mais velhas… Tive TV com 3 canais e não mexia para não quebrar, e antes de sair para escola arrumava a minha cama…
Fazia o juramento à bandeira na escola, bebia água de torneira, andava descalço, tênis barato e roupas sem marca, não tive celular, nem tablet e muitos menos computador…
Ajudava minha mãe nas tarefas de casa, e não achava que era exploração infantil, tinha horário para dormir.
Quando tirava boas notas não ganhava presentes, porque não tinha feito mais que minha obrigação. Notas baixas era castigo, apanhava quando aprontava e isso era apenas um corretivo e não caso de polícia!!
Tenho 46 anos, lembro-me com orgulho de ter ajudado em casa engraxando sapatos nos fins de semana com 8 para 9 anos e de ter minha carteira de trabalho assinada aos 12.
E não sou revoltado, não faço analise em médico, e não falta nenhum pedaço em mim.
Menos frescura e mais disciplina para essa geração!!!! É disso que o mundo e as crianças estão precisando!
Ordem, Respeito, Disciplina, Bondade, Educação, Obediência e Amor…
Por um mundo onde não haja só direitos, mas também Deveres!
Se você também faz parte dessa elite e pensa como eu enviei para mostrar que sobreviveu.
“Quem já teve que ir pra escola levando material escolar em pacote de arroz de 5 quilos.
Quem não via a hora de chegar o dia 7 de setembro para desfilar mostrando todo seu orgulho pela Pátria.
Quem já levou castigo da professora e teve que ficar atrás da porta de joelhos.
Quem usava calça de tergal azul e camisa branca com bordado da própria mãe fazia com as iniciais da escola.
Quem fazia fila no pavilhão e cantava vibrante o hino nacional diariamente antes do inicio da aula.
Quem não podia entrar de boné na sala de aula.
Quem fazia oração no inicio e final da aula.
Quem já vibrou quando ganhou uma conga novinha para ir para escola.”

Veja Também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.