Notícias de Caçador e Região

Velório de Pelé é encerrado; corpo deixa Vila Belmiro sob aplauso de fãs

 Após 24 horas de velório, o corpo de Pelé segue em cortejo pela cidade de Santos. O caixão deixou a Vila Belmiro, estádio do Santos, por volta das 10h, e passará pelo Canal 2, na Avenida Bernardino de Campos. O carro vai contornar a orla até a Avenida Joaquim Montenegro, o Canal 6, a Ponta da Praia, perto de onde mora dona Celeste, mãe de Pelé, que tem 100 anos.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi o velório na manhã desta terça. Ele chegou por volta das 9h e ficou durante 20 minutos no local. Estava acompanhado da esposa Rosângela Silva, Janja. Após prestar condolências aos familiares, o petista deixou o estádio da Vila Belmiro.

Fãs aplaudiram a saída do caixão da Vila Belmiro. O corpo do Rei do futebol será sepultado no cemitério vertical Memorial Necrópole Ecumênica.

Pelo menos 150 mil pessoas passaram pelo velório. Entre elas, autoridades do mundo do futebol, como os presidentes da Fifa, Conmebol e CBF, Gianni Infantino, Alejandro Dominguez e Ednaldo Rodrigues, respectivamente, e ídolos do passado e do presente do Santos Futebol Clube.

Fãs de todas as partes do país foram a Santos se despedir de Pelé, que morreu no último dia 29 após perder a batalha para o câncer do cólon. Pele tinha 82 anos e ficou internado por um mês no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde faleceu.

A causa da morte, segundo o hospital, foi falência múltipla dos órgãos. Pelé lutou mais de um ano contra o câncer.

Sua mãe, dona Celeste, mora em Santos e, aos 100 anos, ainda não saberia da morte do filho, que é ídolo nacional e também fora do Brasil.

Carreira

O Rei defendeu dois clubes em toda a sua carreira no futebol: Santos e Cosmos FC. Mas o maior jogador de futebol de todos os tempos vestiu a camisa do time paulista em grande parte de sua história. Além, é claro, da Seleção Brasileira. O Rei venceu três Copas do Mundo com a camisa 10: em 1958, 1962 e 1970.

Com o Santos, o Rei conquistou inúmeros títulos, como o bi da Libertadores da América, Campeonato Paulista e Mundial Interclubes em duas oportunidades. Com a Seleção, Pelé foi tricampeão mundial (1958, 1962 e 1970).

Ao todo, o Rei marcou 1.283 gols em sua carreira e é o maior artilheiro da história do futebol mundial.

Extracampo

Assim como grandes craques brasileiros, o Rei teve uma vida badalada fora dos gramados. De namoro com a apresentadora Xuxa Meneghel a garoto propaganda de várias marcas, enquanto jogava, Pelé sempre chamou a atenção dos holofotes além das quatro linhas.

O Rei também se arriscava em outras áreas, como música e cinema. Pelé participou de diversos filmes e até foi protagonista em algumas obras.

O ex-jogador deixa seis filhos, a esposa, Marcia Aoki, e sua mãe Celeste, de 100 anos.

Com informações Metrópoles 

Veja Também

Comentários estão fechados.