Notícias de Caçador e Região

Veja o que pode e o que não pode em cada região de SC conforme o mapa de risco de coronavírus

Atualizada nesta quarta-feira (18), a nova matriz de risco para coronavírus de Santa Catarina classifica 3 regiões em alerta gravíssimo (vermelho) e outras 13 em situação grave (amarelo) para a doença. De acordo com a classificação de cada região, atividades estão proibidas, liberadas com restrições ou liberadas (confira abaixo o que pode e o que não pode de acordo com o mapa).

Santa Catarina já ultrapassou a marca de 300 mil pessoas infectadas pela Covid-19 e soma 3,3 mil mortes pela doença. O aumento de casos voltou a pressionar o sistema de saúde – a ocupação geral dos leitos de UTI pelo Sistema Único de Saúde (SUS) chegou a 77,4% nesta quarta-feira (18), e especialistas acreditam que o Estado já vive uma segunda onda de coronavírus.

Risco gravíssimo (vermelho)
Regiões nessa classicação: Xanxerê, Alto Uruguai e Laguna

– atividades em cinemas, teatros, casas noturnas, museus, assim como eventos, shows e espetáculos estão suspensas

– aulas presenciais estão proibidas

– shoppings, centros comerciais e galerias têm limite de 50% na capacidade

– hotéis, pousadas e albergues têm limite de 30% na capacidade

– academias de ginástica só podem funcionar com 30% da capacidade

– templos religiosos têm capacidade limitada a 30% por templo

– concentração e permanência de pessoas em espaços públicos de uso coletivo, como parques, praias e praças estão proibidas, com exceção da prática de esportes individuais

– eventos sociais como casamentos, aniversários, jantares, confraternizações, bodas, formaturas, batizados e festas infantis estão proibidos

– eventos controlados como palestras, seminários e conferências estão proibidos

– feiras e exposições estão proibidas

– parques aquáticos e complexos de águas termais estão proibidos de funcionar

– provas de roupas em lojas de vestuário estão liberadas

Risco grave (laranja)

Regiões nessa classificação: Extremo Sul, Carbonífera, Grande Florianópolis, Serra, Alto Vale do Itajaí, Médio Vale, Foz do Itajaí-Açu, Nordeste, Planalto Norte, Alto Vale do Rio do Peixe, Meio Oeste, Oeste e Extremo Oeste

– atividades em cinemas, teatros, casas noturnas, museus, assim como eventos, shows e espetáculos estão suspensas

– aulas presenciais estão proibidas

– shoppings, centros comerciais e galerias têm limite de 70% na capacidade

– hotéis, pousadas e albergues têm limite de 60% na capacidade

– academias de ginástica só podem funcionar com 50% da capacidade

– templos religiosos têm capacidade limitada a 50% por templo

– concentração e permanência de pessoas em espaços públicos de uso coletivo, como parques, praias e praças seguem com restrição, com exceção da prática de esportes individuais

– eventos sociais como casamentos, aniversários, jantares, confraternizações, bodas, formaturas, batizados e festas infantis estão proibidos

– eventos controlados como palestras, seminários e conferências estão proibidos

– feiras e exposições estão proibidas

– parques aquáticos e complexos de águas termais podem funcionar com 40% da capacidade

– provas de roupas em lojas de vestuário estão liberadas

Risco alto (amarelo)
Regiões nessa classificação: nenhuma

– atividades de casas noturnas, assim como eventos, shows e espetáculos estão suspensas

– cinemas e teatros podem funcionar com restrições

– museus podem abrir com 1/3 da capacidade

– aulas presenciais estão liberadas

– shoppings, centros comerciais e galerias podem funcionar com 100% da capacidade

– hotéis, pousadas e albergues têm limite de 80% na capacidade

– academias de ginástica só podem funcionar com 70% da capacidade

– templos religiosos têm capacidade limitada a 70% por templo

– permanência em praças, parques e praias está liberada, desde que seguindo as orientações de uso obrigatório de máscara e respeito ao distanciamento

– eventos sociais como casamentos, aniversários, jantares, confraternizações, bodas, formaturas, batizados e festas infantis podem ocorrer com 40% da capacidade de ocupação do espaço

– eventos controlados como palestras, seminários e conferências podem ocorrer com 50% da capacidade

– feiras e exposições podem ocorrer com 40% da capacidade de ocupação

– parques aquáticos e complexos de águas termais podem funcionar com 50% da capacidade

– provas de roupas em lojas de vestuário estão liberadas

Risco moderado (azul)
Regiões nessa classificação: nenhuma

– casas noturnas, boates, pubs e casas de shows podem funcionar com 50% da capacidade

– cinemas e teatros podem funcionar com 50% da capacidade e restrições

– museus podem abrir com 50% da capacidade

– aulas presenciais estão liberadas

– shoppings, centros comerciais e galerias podem funcionar com 100% da capacidade

– hotéis, pousadas e albergues podem funcionar com 100% da capacidade

– academias de ginástica só podem funcionar com 100% da capacidade

– templos religiosos podem ter 100% da capacidade

– permanência em praças, parques e praias está liberada, desde que seguindo as orientações de uso obrigatório de máscara e respeito ao distanciamento

– eventos sociais como casamentos, aniversários, jantares, confraternizações, bodas, formaturas, batizados e festas infantis podem ocorrer com 60% da capacidade de ocupação do espaço

– eventos controlados como palestras, seminários e conferências podem ocorrer com 50% da capacidade

– feiras e exposições podem ocorrer com 60% da capacidade de ocupação

– parques aquáticos e complexos de águas termais podem funcionar com 100% da capacidade

– provas de roupas em lojas de vestuário estão liberadas

Mapa de risco
O mapa de classificação de risco é divulgado semanalmente pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). Os níveis de risco, gravíssimo, grave, alto e moderado, são calculados a partir da combinação de fatores como transmissibilidade do vírus, leitos vagos e aumento de casos ativos de coronavírus em cada região.

Com informações NSC Total 

Veja Também

Comentários estão fechados.