Variante da gripe aviária causa 1ª morte no mundo; OMS avalia risco de circulação do vírus

Jonathan Ribeiro

Jonathan Ribeiro

As informações mais atualizadas de Santa Catarina, do Brasil e do Mundo!

Compartilhe

Variante

A variante H5N2 fez a primeira vítima no mundo

A OMS (Organização Mundial da Saúde) confirmou a primeira morte causada pela variante H5N2 da gripe aviária. O paciente, um homem de 59 anos, vivia no México.

Este foi o primeiro caso de infecção em humanos confirmado laboratorialmente no mundo. A morte foi reportada por autoridades sanitárias mexicanas no dia 23 de maio.

Em nota, a OMS destacou que o paciente, residente na Cidade do México, não tinha histórico de exposição a aves ou outros animais. A variante H5N2 já havia sido identificada em aves no país.

“O paciente tinha múltiplas condições médicas subjacentes. Os familiares relataram que ele já estava acamado há três semanas, por outros motivos, antes do início dos sintomas agudos”, informou a organização.

Com base nas informações disponíveis até o momento, a OMS avalia como baixo o risco representado pelo vírus para a população.

Com informações Agência Brasil 

LEIA TAMBÉM: Senador de SC, Seif defende ‘taxação das blusinhas’ e alega: ‘imposto que paga nossos salários’

Receba notícias, diariamente.

Salve nosso número e mande um OK.

Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp