Vandalismo prejudica pesquisas na Epagri de Caçador

Notícia Hoje

Notícia Hoje

As informações mais atualizadas de Santa Catarina, do Brasil e do Mundo!

Compartilhe

Ações de vândalos têm gerado preocupação aos pesquisadores da Estação Experimental da Epagri de Caçador. Recentemente, invasores destruíram plantas e mangueiras de irrigação em uma área de pesquisa, prejudicando seriamente um experimento na área da produção integrada de tomate.

As ações dos vândalos vão desde o roubo de frutas, destruição de equipamentos e materiais de pesquisa, além da caça e da pesca ilegal. Nos últimos meses, diversos boletins de ocorrência foram registrados, mas as ações estão se intensificando. “Temos uma preocupação muito grande também com os nossos funcionários porque em algumas ocasiões até ouvimos disparos de armas de fogo perto da sede. São caçadores que estão cada vez mais próximos. Em outra ocasião, houve até troca de tiros com os nossos vigilantes. Além disso, estamos tendo prejuízos com as pesquisas em andamento. Neste experimento do tomate, perdemos um ano de pesquisa por causa da ação dos vândalos”, comenta o gerente da Estação, Gabriel Berenhauser Leite.

Para tentar evitar mais problemas, a Epagri adquiriu cães policiais para auxiliar o trabalho dos vigilantes e também está sendo analisada a possibilidade de instalar câmeras de vigilância para tentar identificar os invasores. “São casos frequentes. A cada três meses eles matam um boi aqui da Associação dos funcionários, estragam as colmeias, enfim, geram prejuízos e preocupação”, destaca. 

Receba notícias, diariamente.

Salve nosso número e mande um OK.

Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp