Notícias de Caçador e Região

Unimed Caçador entrega cestas básicas e kit de higiene para alunos do Projeto Esporte Comunitário

A iniciativa está alinhada a um dos objetivos instituídos pelo programa de Desenvolvimento Sustentável do Pacto Global da ONU.

O mundo vive a pandemia de coronavírus e muitas famílias estão sem fonte de renda, impossibilitadas de trabalhar e manter as necessidades básicas como alimentação e higiene.

Diante deste cenário, a Unimed Caçador, através da enfermeira Gabriela Vansuita realizou,  nos dias 22 e 23 de abril, a entrega de 70 cestas básicas e 70 kits de higiene para os alunos e famílias atendidas pelo projeto Esporte Comunitário, que passam por dificuldades financeiras neste momento.

A iniciativa está alinhada a um dos objetivos instituídos pelo programa de Desenvolvimento Sustentável do Pacto Global da ONU.

Conforme a diretora técnica do Comitê Educativo da Unimed Caçador, Dra. Paula Waleska Sartori, neste momento, seguindo o decreto do Governo do Estado, a Unimed teve que interromper algumas ações sociais, entre elas, o basquete comunitário, realizado em escolas públicas. Por isso, a instituição estudou uma forma de contribuir com os alunos e suas famílias neste momento de recessão e isolamento.

‘’A solidariedade é um ato nobre, mas ao contrário do que muitas pessoas pensam, a atitude solidária não diz respeito ao ajudar os necessitados somente financeiramente. A solidariedade legítima é uma compreensão dos sentimentos e do que a criança está necessitando, do que está pensando, qual a carência, então neste momento nós contribuímos levando algumas cestas básicas, além de artigos de higiene para a prevenção da Covid-19, mas também, mais do que tudo, um gesto de carinho, pois são crianças que nos envolvem’’, destaca.

Solidariedade que transforma o dia a dia de muitas famílias

O pai de um aluno do projeto relatou que as doações farão a diferença em sua residência. ”Esses alimentos são importantes pois hoje mesmo não tinha o que dar para eles. Na empresa onde trabalho não recebemos o adiantamento e reduzimos o horário de serviço’’, destaca.

A mãe de outro aluno de 7 anos que faz parte do projeto, diz que é mãe de 7 filhos, o menor tem 2 meses, o marido desempregado e deficiente visual. ”Essa ajuda é muito bem-vinda, pois já estava sem sabonetes para lavar as crianças e o que tinha hoje para a janta era um pacote de fubá, pois vivemos com o bolsa família e as crianças não tem mais a escola para fazer suas refeições’’, destaca.

Uma aluna de 14 anos que participa do projeto enfatiza que o esporte comunitário é onde ela se realiza fazendo o que gosta. ”Fiz muitas amizades e agora estou sentindo falta. A doação vai ajudar muito, pois moramos em 4 famílias na casa e tudo o que vier é bem-vindo’’, conclui.

”Neste momento de pandemia nós desejamos que todos tenham a condição de permanecer em casa, de ter suas necessidades atendidas, e acima de tudo que isso passe logo’’, sinaliza Dra. Paula.

Veja Também

Comentários estão fechados.