Notícias de Caçador e Região

UNIARP comemora elevação da nota dos Mestrados

 A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) liberou a divulgação do resultado da Avaliação Quadrienal (2017-2020) dos programas que compõem o Sistema Nacional de Pós-Graduação. Os resultados da UNIARP mostram o aumento da nota dos dois programas, que atingiram nota 4: Mestrado Acadêmico em Desenvolvimento e Sociedade e Mestrado Profissional em Educação Básica. Com a nota 4 esses programas cumprem o último requisito para solicitar o Doutorado.

O reitor da UNIARP, Dr. Neoberto Geraldo Balestrin parabeniza toda a equipe da Universidade pelo resultado alcançado. “Estamos colhendo os frutos de um trabalho grandioso. A cada ano a Universidade está fortalecendo o desenvolvimento da pesquisa. E isso é motivo de muito orgulho”, cita.

O vice-reitor da UNIARP, Dr. Anderson Antonio Mattos Martins destaca a evolução acadêmica bem como a sustentabilidade financeira alcançada nos últimos anos que culminaram com o conceito recebido pelos programas stricto sensu da Universidade. “Mais importante que o conceito 4 é a menção da grande evolução qualitativa apresentada no relatório da Capes. Essa evolução nos permite planejar e sonhar com novas conquistas”, comenta.

O coordenador do Mestrado em Desenvolvimento e Sociedade Dr. Levi Hülse ressalta o trabalho que a equipe de professores realizou neste quadriênio. “Os professores do mestrado além de lecionarem e orientarem, publicaram artigos em revistas qualificadas elevando assim nosso programa”, diz.

A coordenadora do Mestrado Profissional em Educação Básica, Dra. Marlene Zwierewicz salienta que o resultado é fruto de um trabalho colaborativo e articulado. Segundo ela, outro fator determinante para o resultado das avaliações foi a interface dos cursos com programas de pós-graduação stricto sensu de outras universidades brasileiras, com cursos de graduação da própria UNIARP, especialmente de municípios catarinenses e paranaenses. “Com destaque para os convênios com as prefeituras e o apoio de agências de fomento. Da mesma forma, foram fundamentais as atividades de internacionalização, incluindo pesquisas e publicações com autores internacionais, realização de eventos com apoio de universidades do exterior e mobilidade de estudantes, sendo esta última iniciada justamente no final do quadriênio avaliado”, explica.

Saiba mais

De acordo com a Capes, o processo atribui notas, de acordo com: o reconhecimento e a confiabilidade assegurada pela análise de pares; os critérios da comunidade acadêmico-científica; e a transparência para divulgação de decisões, ações e resultados. A avaliação final dos cursos deve ser divulgada até 23 de dezembro deste ano.

Veja Também

Comentários estão fechados.