Notícias de Caçador e Região

Uma das vítimas de triplo assassinato em Chapecó já trabalhou em Caçador

 Neocy Fin, de 62 anos, era artista plástica no município e tia do suspeito de ter cometido o crime no dia 1º, em Chapecó. Neocy foi professora na UNIARP, na época em que a instituição atuava em Caçador com o nome da Universidade do Contestado (UNC). Ela era professora do curso de artes visuais por volta do ano de 2000 a 2007.

Além dela, foram mortos Neudi Alberto Fin, de 65 anos, e Vilma Dilecta Fin, de 86, pai e avó do rapaz que cometeu o crime. O homem tem 38 anos e foi preso logo após o crime. As vítimas dormiam no momento dos assassinatos, segundo a Polícia Civil.

O delegado Vinicius Ritterbuch, da Central de Plantão Policial de Fronteira de Chapecó, informou que as três vítimas moravam em um mesmo prédio, mas em apartamentos separados. Dois dos corpos foram encontrados enrolados em lençóis em um apartamento do último andar. A terceira vítima foi assassinada no primeiro andar.

Um familiar estranhou a falta de movimentação e decidiu ver o que se tratava. Ele teria arrombado as portas depois de insistir para que abrissem e não ter retorno. O rapaz, aguardará na prisão até que as investigações sejam concluídas e outros detalhes sobre o caso serão mantidas em sigilo, de acordo com o delegado. De acordo com informações divulgadas pela imprensa no município de Chapecó, ele seria esquizofrênico.

Com informações Rádio Caçanjurê 

Veja Também

Comentários estão fechados.