Notícias de Caçador e Região

Um dia após assalto em Criciúma, quadrilha faz ataques e rouba bancos no Pará

Uma ação criminosa para roubo a bancos foi registrada durante a madrugada de quarta-feira (2), nas ruas de Cametá, município do Pará. Nas redes sociais, moradores descreveram a ação como “noite de terror”. Um homem, identificado como Alessandro de Jesus Lopes, foi morto pelos assaltantes após ter sido feito de refém. O fato acontece um dia depois do assalto registrado em Criciúma, no Sul de Santa Catarina.

Assim como em Criciúma, a quadrilha de Cametá usou reféns como escudos para se locomover pelas ruas. Algumas pessoas foram capturadas em bares e, segundo relatos, os criminosos atiraram para cima por mais de uma hora. Eles usaram armas de alto calibre e explosivos.

Segundo informações do Portal G1, um quartel da Polícia Militar (PM) foi atacado – o que impediu o deslocamento dos policiais. O método também foi usado em Criciúma.

Em entrevista ao G1, um morador relatou que os bares estavam lotados já que as pessoas assistiam a jogos de futebol. “Renderam as pessoas e levaram para frente da base da Polícia Militar.”, conta. Relatos de moradores apontam que pelo menos duas agências foram atacadas.

Os criminosos deixaram a cidade por volta da 1h30 da madrugada, e segundo a PM, eles fugiram em carros e barcos. Ainda há informações sobre o que foi levado, qual é o tamanho da quadrilha e se alguém foi detido.

Com informações G1 

Veja Também

Comentários estão fechados.