Notícias de Caçador e Região

TSE determina que Bolsonaro se pronuncie sobre atos extremistas

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) determinou o prazo de 5 dias para que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) pronuncie-se sobre uma postagem na qual contesta os resultados das eleições de 2022 e sobre os atos extremistas do dia 8 de janeiro, em Brasília. A decisão foi assinada em 21 de janeiro pelo ministro do Tribunal, Bendito Gonçalves. O prazo se encerra na quinta-feira, 26.

Gonçalves acatou uma petição da coligação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Brasil da Esperança (PT, PV e PC do B), que cita uma postagem de Bolsonaro que diz que Lula “não foi eleito pelo povo”, mas sim “escolhido por ministros do STF e TSE”.

A publicação mencionada foi feita em 10 de janeiro no perfil do ex-presidente no Facebook, dois dias após os atos. No início da madrugada de 11 de janeiro, o post foi apagado.

Com informações Poder 360

Veja Também

Comentários estão fechados.