Transição entre verão e outono promete vendavais e estiagem de chuvas de março a maio em SC

Notícia Hoje

Notícia Hoje

As informações mais atualizadas de Santa Catarina, do Brasil e do Mundo!

Compartilhe

O período de março a maio, marca a transição entre o verão e o outono em Santa Catarina. Durante estes meses, importantes mudanças ocorrem no clima. As chuvas, antes ocasionadas pelo calor e umidade, passam a ser resultado principalmente, pela passagem de frentes frias.

Com a entrada do outono, é esperado que ocorram menos enxurradas, alagamentos, deslizamentos e tempestades com granizo em comparação ao verão. Já os vendavais podem ser mais frequentes em Santa Catarina.

Segundo a meteorologista da Defesa Civil do Estado Elen Pelissaro, nesses meses, as manhãs passam a ser mais frias enquanto as tardes serão mais quentes. Essa condição, resulta em uma grande variação de temperatura no Estado.

Ainda, durante esse período massas de ar frio começam a chegar em Santa Catarina. No mês de março, as maiores quantidades de chuva são registradas no Litoral, Extremo Oeste e Oeste catarinense, com variação entre 150 e 200 mm de chuvas nessas regiões.

Nos meses de abril e maio, a condição de chuva muda, com uma diminuição no Litoral e na região dos Planaltos. Nessas regiões, ocorre um período mais seco variando entre 50 e 120 mm de chuvas. Já na região do Grande Oeste, os volumes de chuva se elevam em relação ao verão, oscilando entre 125 e 200 mm.

Como ficam às temperaturas

As temperaturas durante o mês de março tendem a variar entre 29°C e 32°C, podem ser mais altas em algumas áreas do Estado, já em outras regiões ficam entre 23°C e 27°C. A partir de abril, há uma gradual queda nas temperaturas em Santa Catarina.

As quedas nas temperaturas continuarão a cair no mês de maio em Santa Catarina. Nesse período, as máximas ficam entre 23°C e 26°C no Litoral e Vale do Itajaí, e entre 17°C e 24°C nas demais regiões do Estado.

O que esperar nos meses de março, abril e maio

A previsão é de que nesse período, as chuvas fiquem abaixo ou dentro da média no Litoral catarinense. Na região do Grande Oeste do Estado, os volumes de chuva podem ficar abaixo da média esperada.

Com relação às temperaturas, a tendência é de que fiquem dentro ou acima da média no período. O fenômeno La Niña, ainda deve estar ativo no Oceano Pacífico equatorial, mas está enfraquecendo e existe uma previsão de retorno à neutralidade no início do outono.

Ainda, Há indicativos de que um evento conhecido como de El Niño (alterações significativas na distribuição da temperatura da superfície da água do Oceano Pacífico), possa se configurar na primavera de 2023.

Veja quais são os principais impactos e riscos esperados

Na região do Grande Oeste do Estado, pode ocorrer um agravamento da estiagem. Nessa região, existe uma previsão de que as chuvas fiquem abaixo da média para o período.

Com relação às temperaturas, espera-se que o frio chegue gradualmente em Santa Catarina. Ainda, existe uma projeção de que às temperaturas baixas não persistam muito tempo, embora possam ocorrer “veranicos” fora de época.

A meteorologista Elen Pelissaro reforça que, danos causados pela agitação marítima e ressaca nas regiões costeiras devem ser mais frequentes e requerem maior atenção nesses meses.

Ainda, a Defesa Civil do Estado alerta que é necessário manter a atenção em relação à possibilidade de eventos meteorológicos extremos de chuva e temperatura.

Com informações ND Mais 

Receba notícias, diariamente.

Salve nosso número e mande um OK.

Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp