Notícias de Caçador e Região

 TRABALHO INTENSO: Polícia Militar de Caçador registrou quase 12 mil ocorrências em 2022

O ano de 2022 foi de trabalho intenso e ininterrupto para a Polícia Militar em Caçador. Segundo um relatório divulgado nesta sexta-feira, 6, a corporação registrou 11.968 ocorrências de janeiro a dezembro do referido ano.

De acordo com o comandante da Companhia de Caçador, capitão Célio Vieira de Alvarenga, o fato com maior número de atendimentos foi averiguação de pessoa ou veículo em atitude suspeita com 4.055 ocorrências.

“É o caso de moradores que suspeitaram de alguma situação, possivelmente um crime em andamento, acionaram o telefone 190 e houve o deslocamento de uma viatura”, comenta.

Outro fato com grande quantidade de registros é a perturbação do sossego alheios, com 1.434 atendimentos, o que corresponde a quase 12% de toda a demanda atendida pela Polícia Militar no município.

Em 2022, os policiais militares realizaram 602 prisões com condução à delegacia ou presídio. Desse número, 94 prisões foram por furto e 89 por mandado de prisão em aberto.

Além disso, as guarnições de serviço flagraram 276 pessoas na posse de drogas e houve 85 ocorrências de tráfico ilícito de entorpecentes.

Principais ocorrências de 2022:

4.055 Averiguação de pessoa ou veículo em atitude suspeita

1.434 Perturbação do Trabalho e Sossego alheios

1.008 Acidente de trânsito

759 Violência Doméstica

649 Ameaça

418 Vias de Fato

390 Apoio

276 Posse de drogas

264 Acidente com pessoa ferida

174 lesão corporal leve

112 Dano Simples

104 Atrito Verbal ou Discussão

97 Desacordo comercial

89 Mandados de prisão cumpridos

85 Tráfico de drogas

82 Desaparecimento de pessoa

Veja Também

Comentários estão fechados.