Notícias de Caçador e Região

Torres não falou à PF porque defesa não teve acesso aos autos, diz advogado

Advogado do ex-ministro e ex-secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres, Rodrigo Roca disse ao Metrópoles que Torres ficou em silêncio durante depoimento à Polícia Federal porque a defesa ainda não teve acesso aos autos.

A PF apura eventual responsabilidade de Torres diante da invasão e depredação do Supremo Tribunal Federal (STF), Congresso Nacional e Palácio do Planalto, no último dia 8 de janeiro. Ele era secretário de Segurança Pública quando os atos terroristas ocorreram, mas estava em viagem com família, nos Estados Unidos.

O Metrópoles apurou que Anderson deve marcar um novo depoimento, na próxima semana.

O advogado e delegados da PF foram até o 4º Batalhão de Polícia Militar (Guará), na manhã desta quarta-feira (18/1), onde Anderson Torres está preso há quatro dias.

Com informações Metrópoles 

Veja Também

Comentários estão fechados.