Notícias de Caçador e Região

Todos os 71 mortos na queda do avião da Chapecoense são identificados

Todos os 71 mortos na queda do avião da Chapecoense foram identificados no Instituto Médico Legal de Medellín. O avião caiu perto da cidade colombiana de Medellín na madrugada de terça-feira, deixando, além de 71 mortos, seis feridos.

Com a identificação, os corpos das vítimas brasileiras passarão agora por tratamento para o transporte até o Brasil. Uma força-tarefa com funcionários da Embaixada brasileira em Bogotá e do Itamaraty está na Colômbia para ajudar as famílias nos trâmites burocráticos.

Os corpos dos brasileiros devem chegar entre sexta-feira (2) e sábado (3).Além de brasileiros, há entre os mortos cinco bolivianos, um paraguaio e um venezuelano.

Técnicos da Polícia Federal brasileira levaram a Medellín os dados biométricos das vítimas. O prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, também está na cidade para participar da liberação dos corpos das vítimas da tragédia. Ele é uma das quatro pessoas que estava na lista do voo, mas que não embarcaram.

A expectativa das autoridades colombianas é que seja iniciada já nesta quinta-feira o processo de repatriação das vítimas. O processo será coordenado em conjunto com autoridades brasileiras e bolivianas.

Dois aviões Hércules, da Força Aérea Brasileira chegaram à cidade para fazer o transporte dos corpos para o Brasil. Segundo o Itamaraty, quinze corpos já foram liberados pelo IML para as funerárias. Dez deles brasileiros, quatro bolivianos e um venezuelano.

O processo de identificação das vítimas da tragédia foi agilizado porque, como não havia combustível no momento do acidente, os corpos das vítimas estavam preservados o suficiente para identificação através de digitais, sem necessidade da presença de familiares para fazer o reconhecimento ou para o recolhimento de materiais para exames de DNA.

trevo-materias

wpp

Veja Também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.