Notícias de Caçador e Região

Tite divulga convocados da seleção brasileira para a Copa; veja lista

O técnico Tite divulgou, hoje (7), na sede da CBF, no Rio, a lista de convocados da seleção brasileira para a Copa do Mundo de 2022, que começa no próximo dia 20, no Qatar.

Ao todo, o treinador chamou 26 jogadores, um número maior que os habituais 23 devido ao contexto da pandemia da covid-19 e das cinco substituições autorizadas pela Fifa.

A principal novidade da lista é o lateral-direito Daniel Alves, de 39 anos. Ele não tinha sido relacionado para os últimos amistosos por razões físicas e agora volta à equipe na lista final. O veterano defende atualmente o Pumas-MEX e vai para a sua terceira Copa do Mundo —atuou em 2010 e 2014 e foi cortado em 2018, já com Tite, por lesão.

Tite convocou nove atacantes. Entre eles está Pedro, do Flamengo. O time rubro-negro ainda teve mais um jogador convocado: Everton Ribeiro. Já o Palmeiras é o outro clube brasileiro com um representante: o goleiro Weverton.

Daqui a exatamente uma semana, a seleção se apresenta em Turim, na Itália, para iniciar os treinamentos antes de estrear na Copa. No dia 19, a delegação desembarca em Doha, já no Qatar, e faz os últimos treinamentos até o dia 23.

A seleção estreia no grupo G contra a Sérvia no dia 24, às 16h (de Brasília), no Lusail Stadium. Os próximos jogos da seleção na fase de grupos serão em 28 de novembro, às 13h, contra a Suíça, e em 2 de dezembro, às 16h, contra Camarões.

Tite convocou 88 jogadores (63 entrararam em campo) até a lista de hoje. Ao todo, foram 19 convocações para 50 partidas desde a Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

Veja a convocação do Brasil para a Copa de 2022:

Goleiros: Alisson (Liverpool-ING), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras)

Laterais-direitos: Daniel Alves (Pumas-MEX) e Danilo (Juventus-ITA)

Laterais-esquerdos: Alex Sandro (Juventus-ITA) e Alex Telles (Sevilla-ESP)

Zagueiros: Bremer (Juventus-ITA), Éder Militão (Real Madrid-ESP), Marquinhos (PSG-FRA) e Thiago Silva (Chelsea-ING)

Volantes: Bruno Guimarães (Newcastle-ING), Casemiro (Manchester United-ING), Fabinho (Liverpool-ING) e Fred (Manchester United-ING)

Meias: Everton Ribeiro (Flamengo) e Lucas Paquetá (West Ham-ING)

Atacantes: Antony (Manchester United-ING), Gabriel Jesus (Arsenal-ING), Gabriel Martinelli (Arsenal-ING), Neymar (PSG-FRA), Pedro (Flamengo), Raphinha (Barcelona-ESP), Richarlison (Tottenham-ING), Rodrygo (Real Madrid-ESP) e Vini Jr (Real Madrid-ESP).

Tite explica por que convocou Daniel Alves

Tite foi questionado na primeira pergunta da entrevista coletiva após a convocação sobre o motivo de ter convocado Daniel Alves.

“O critério do Dani Alves é o mesmo critério de todos. Premia qualidade técnica, individual. Premia o aspecto físico e ele traz o aspecto mental. Tal qual os outros”, afirmou o técnico.

Neymardependência?

Tite ainda respondeu se a seleção é dependente de Neymar. O técnico despistou ao falar do protagonismo do principal jogador do Brasil.

“Uma seleção é protagonista dos seus grandes atletas. Depende do Antony, Raphinha, Neymar… Se não tivesse essa qualificação, não se criaria uma expectativa maior. Talvez tenha sido por essa nova geração que tenha dado essa importância e dado enfoque a outros atletas, midiaticamente falando. Mas a gente precisa de todos. A gente é dependente da qualificação de cada um deles”, afirmou o treinador.

‘Agudo’, Martinelli vai para a Copa

O treinador também falou sobre a escolha de Gabriel Martinelli na lista final para a Copa do Mundo. Segundo Tite, o atacante do Arsenal é o um jogador “agudo”.

“Função do Martinelli de externo, ponta, agressivo, tem sido um dos destaques do Arsenal na primeira colocação da Premier League. Um jogador do lance individual, de transição em velocidade. Foram duas convocações e vem se mantendo em alto nível. Poderiam ser outros convocados e seriam justos, e existem argumentos para outros. São escolhas. Precisamos de jogadores agudos pelo lado, assim que a equipe se montou, se estruturou. Por isso o Martinelli”, afirmou o técnico.

Tite ironiza rejeição por alguns convocados

Na entrevista coletiva, Tite repercutiu os comentários negativos de torcedores nas redes sociais devido às convocações de Daniel Alves e Gabriel Jesus. A jornalista que fez a pergunta ao treinador apontou uma enquete no Twitter em que o lateral direito tinha mais de 85% de reprovação.

Tu não quer fazer uma pergunta tua só e não pegar um gancho de uma outra? Que referência é o Twitter com quantos milhões de torcedores? Não vim aqui pra agradar as pessoas que estão no Twitter, em mídias sociais, e é um público que não sei que percentual é… Por que vou me remeter a eles? O que eu posso fazer eu faço. Eu respeito opiniões divergentes. E não estou aqui para convencer todas essas pessoas, não tenho essa pretensão e não quero. Quero dar dados informativos e verdadeiros para que as pessoas façam suas próprias análises e democraticamente tenham sua opinião. É nossa função aqui passar informações. Agora, opinião em cima disso, poxa, é de cada um. Eles têm todos o meu respeito, mesmo essa parcela diminuta de milhões de brasileiros, 220 milhões. Respeito, sim, mas”, fala Tite.

Com informações UOL 

 

Veja Também

Comentários estão fechados.