Notícias de Caçador e Região

Temporal causa alagamentos e deslizamentos em Lages; 12 pessoas são resgatadas pelos bombeiros

Lages, na Serra catarinense, foi atingida por um forte temporal na noite de segunda-feira (16). Segundo a Defesa Civil Municipal, foram registrados alagamentos em ruas, deslizamentos de terra, destelhamento e quedas de muros. Pelo menos 13 bairros foram afetados e 46 pessoas foram atingidas pelas condições do tempo. Os bombeiros fizeram o resgate de 12 pessoas que ficaram ilhadas.

De acordo com relatório da Defesa Civil, atualizado na manhã desta terça-feira (17), a chuva intensa iniciou por volta  das 19h40 de segunda e no início da noite a tempestade causou alagamentos. Foram registrados 56.8 mm em 12 horas, o que elevou o nível do rio, segundo o órgão.

No período de chuva intensa, a Defesa Civil registrou 22 ocorrências relacionadas ao tempo. Os bairros mais afetados foram: Bela Vista, Santa Catarina, Santa Helena, Santo Antônio, Tributo, Centro, Copacabana, São Francisco, São Judas, Vila Comboni, Beatriz, Gralha Azul e Sagrado Coração de Jesus

Alagamentos deixam pessoas ilhadas

Alagamentos de ruas foi um dos problemas que a tempestade causou em Lages. De acordo com a Defesa Civil, córregos transbordaram nos bairros Copacabana, Sagrado Coração de Jesus e Santa Helena. A água também atingiu imóveis.

Os bombeiros informaram que em virtude da chuva torrencial, a equipe recebeu diversos chamados – principalmente de pessoas que ficaram ilhadas e suas casas e precisaram de resgate.

Treze bombeiros militares e comunitários, com uso de viaturas e embarcações, se deslocaram aos locais dos chamados para resgatar as vítimas. Segundo os bombeiros, foram resgatadas cerca de 12 pessoas no período. Após as 23h, quando a chuva cessou, as solicitações de resgate também pararam, pois o nível da água baixo gradativamente.

Deslizamentos de terra e quedas de muro

O temporal também causou deslizamento de terras e queda de muros em  Lages.  Segundo a Defesa Civil, houve deslizamentos de terra em calçada no bairro Beatriz, onde a área precisou ser isolada, mas não havia risco eminente. Outro deslizamento de terra foi registrado no bairro Gralha Azul. Também isolada a área para não ocorrer acidentes.

O órgão ainda registrou quedas de muros nos bairros Vila Comboni, São Francisco e Santa Helena. Neste último bairro, os agentes constataram que a queda do muro que atingiu outra edificação causou grandes danos, sendo necessário interditar a edificação atingida. Já na propriedade onde pertencia o muro foi feita a interdição parcial dos ambientes próximos ao muro.

No município ainda houve destelhamento de casas. A equipe da Defesa Civil fez a entrega de lonas para seis famílias. Apesar dos danos causados no município, segundo a Defesa Civil, não foi necessário a abertura de abrigos.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.