segunda-feira , 29 maio 2017
Início / Colunas / Telespectador de novela confunde época de dom Pedro com Cabral

Telespectador de novela confunde época de dom Pedro com Cabral

Depois de constatar que o brasileiro desconhece o que foi a Ditadura Militar (1964-1985) que ambienta Os Dias Eram Assim, a Globo tomou outro choque de realidade. As pesquisas sobre Novo Mundo revelaram que o telespectador médio da novela das seis não sabe direito quem foi dom Pedro 1° e confunde a história pré-Independência do Brasil, no século 19, com o descobrimento do país, protagonizado por Pedro Álvares Cabral 300 anos antes.

Profissionais que tiveram acesso aos grupos de discussão sobre a novela consideraram os resultados reveladores de uma “ignorância assustadora”. Para muitos telespectadores, Novo Mundo está sendo uma aula inédita: eles sequer sabiam que o Brasil foi colônia de Portugal.

Escrita pelos estreantes Thereza Falcão e Alessando Marson, Novo Mundo mistura personagens e fatos históricos com ficção e se passa entre 1808 e 1822, período em que a Família Real portuguesa se deslocou para o Brasil.

O dom Pedro de Caio Castro é baseado nos relatos sobre a vida do príncipe regente. Já o Joaquim de Chay Suede foi inspirado em Jack Sparrow (Johnny Depp), da franquia Piratas do Caribe.

O que levou os telespectadores a confundir a época do Descobrimento com a da Independência foram as primeiras cenas da novela, ambientadas em caravelas. Ao ver as embarcações, o noveleiro as associou à chegada dos portugueses, em 1500, mas não conseguiu distinguir que se tratava de outra época.

Para ampliar a compreensão do contexto histórico de Novo Mundo, a Globo irá produzir chamadas que explicam que a história se passa às vésperas da Independência do Brasil.

Diferentemente da história, os telespectadores mostraram domínio da trama de Novo Mundo. Nas pesquisas, ficou claro que o público sabe que a história central é a de Anna (Isabelle Drummond) e Joaquim, embora goste muito de dom Pedro e Leopoldina (Leticia Colin). Os sotaques, que eram mais acentuados no início da novela, também foram bem recebidos. Para o telespectador, ajudou a entender as diferentes nacionalidades dos personagens (brasileiros, portugueses e ingleses).

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Sobre Nada importante!

Nada importante!

Veja também

Acusado de homicídio em Curitibanos se entrega para a Polícia

Um homem, acusado de ter matado Paulo Roberto Martarello, 53 anos, na tarde de quinta-feira, …