Notícias de Caçador e Região

Suspeitos de furtar lojas em Caçador são presos após diversos crimes na madrugada

Três suspeitos de cometerem diversos furtos em lojas de Caçador foram presos na madrugada deste domingo, 22, pela Polícia Militar de Caçador. O trio teria furtado uma ótica em dezembro, crime do qual levaram R$ 20 mil em produtos. A prisão aconteceu depois que os três arrombaram uma imobiliária, tentaram arrombar a Claro e ainda quebraram o vidro de uma loja de móveis e levaram uma bicicleta e dois televisores de LCD. Um dos envolvidos ainda é suspeito de ter cometido um assalto a mão armada em uma loja no bairro Martello, durante a tarde deste sábado, 21, onde ele levou cerca de R$ 2 mil reais.

As prisões foram realizadas após denúncias de que os três estavam tentando arrombar a Claro na Avenida Barão do Rio Branco. A guarnição da PM iniciou rondas pelo local, mas nada foi encontrado. Logo depois mais uma ligação informou que o grupo arrombou a Loja Moveis Santos e estariam levando produtos do local.

Uma terceira ligação dava conta de que um rapaz estava tentando arrombar uma camionete Toyota Hillux, na Rua Victor Batista Adami. Uma equipe da PM que estava nas proximidades e conseguiu surpreender o jovem. Ele foi preso e identificado como Marcelo Farias, 20 anos.

Enquanto isso outra viatura da PM foi até a loja furtada e após rondas conseguiu localizar dois menores com os objetos furtados da loja. Eles foram identificados como W.P.L, 17 anos, cujo mesmo tem 53 passagens por diversos crimes cometidos no litoral Catarinense e D.L.M, 16 anos.

Os dois foram apreendidos e conduzidos até a Delegacia de Polícia Civil. Chegando à DPCO, o menor W.P.L, foi identificado por policiais por ter as mesmas características de um jovem que cometeu um assalto a mão armada a uma loja no bairro Martello.

Um vídeo com as imagens das câmeras da loja mostra a ação do bandido.

Nas casas dos dois menores, os policiais conseguiram uma garrucha de dois canos nos calibres 38 e 32, as vestes e a mochila, objetos estes utilizados no assalto a loja do bairro Martello. Foi localizado ainda o celular da vítima, que também foi levado no assalto e uma bomba possivelmente utilizada em piscinas. Os policiais acreditam que ela seja furtada.

O trio negou se conhecer, mas na delegacia foi mostrado a eles a imagens de câmeras de segurança e os três não souberam mais responder as perguntas dos policiais. Marcelo, que tentou furtar a camionete que estava na frente da Uniarp, ficou preso, os menores foram entregues ao plantão da Polícia Civil e ao Conselho Tutelar, já que se recusaram a passar identificação dos pais ou responsáveis.

Veja Também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.