Suspeito de estupro, em Blumenau, é preso em Caçador

Notícia Hoje

Notícia Hoje

As informações mais atualizadas de Santa Catarina, do Brasil e do Mundo!

Compartilhe

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Proteção à Criança, Mulher, Adolescente e Idoso (DPCAMI) de Blumenau, instaurou inquérito policial para apurar estupro de vulnerável. O fato chegou ao conhecimento da DPCAMI depois de a vítima revelar em uma consulta médica no posto de saúde que sofria violência sexual pelo padastro. O autor do crime teve mandado de prisão expedido e foi preso na noite de quarta-feira, 15, em Caçador.

Desde a data da revelação do crime foi apurado que o suspeito empreendeu fuga para a região do bairro Parolin, em Curitiba. No Paraná, a equipe da DPCAMI teve apoio do Centro de Operações Policiais Especiais para cumprimento de mandado de busca e apreensão. Na ocasião, a Polícia Civil não teve êxito na prisão do suspeito, mas confirmou que ele contava com o auxílio da mãe da criança e que as duas costumavam viajar junto com o agressor.

Segundo o delegado David Sarraf, em continuidade das investigações, a DPCAMI compartilhou informações com a Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Caçador, a qual cumpriu mandado de busca na cidade, obtendo êxito em localizar a mãe e a criança na casa da mãe do suspeito. Em depoimento, a mãe da criança negou que estivesse na companhia do suspeito todo esse período, fato este desmentido no inquérito policial.

O suspeito foi transferido para o Presídio Regional de Blumenau após ser indiciado pelo delito previsto no artigo 271-A do Código Penal. A mãe da criança, de acordo com os indícios colhidos, também será indiciada na mesma capitulação, uma vez que figurou na posição de garantidora e sua omissão foi relevante para a perpetuação da violência sexual.

Receba notícias, diariamente.

Salve nosso número e mande um OK.

Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp