Notícias de Caçador e Região

Sócio da boate Kiss se entrega à polícia em presídio de SC

O sócio da boate Kiss, Mauro Hoffmann se entregou à polícia, na manhã desta quarta-feira (15), no presídio de Tijucas, na Grande Florianópolis. Produtor de shows da banda também se apresentou em unidade prisional do Rio Grande do Sul. Elissandro Spohr, conhecido como Kiko, e Marcelo de Jesus dos Santos se entregaram na noite da última terça-feira (14), após o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Luiz Fux, derrubar a decisão que concedia habeas corpus e impedia a prisão dos quatro réus, após o final do julgamento na tarde de sexta (10). As informações são do Portal R7.

Penas

Os quatro réus foram condenados por homicídio simples com dolo eventual pela tragédia que deixou 242 mortos, em 2013 na boate Kiss, em Santa Maria (RS).

As penas são de 22 anos e seis meses para Elissandro Spohr, de 19 anos e 6 meses para Mauro Hoffmann e de 18 anos para os integrantes da banda Luciano Bonilha e Marcelo de Jesus dos Santos.

O vocalista da banda Gurizada Fandangueira, Marcelo dos Santos, foi o primeiro dos quatro a se entregar. Segundo a advogada, Tatiana Borsa, que fez sua defesa no tribunal do júri, ele se apresentou no presídio de São Vicente do Sul, no interior do estado. “Nós continuaremos buscando a Justiça”, afirmou ela.

Aconselhado pelo advogado Jader Marques, o réu Elissandro Spohr, o principal sócio da boate à época da tragédia que deixou 242 mortos em 2013, também se apresentou em um presídio em Porto Alegre. Em vídeo publicado nas redes sociais, o empresário afirmou que chegou ao julgamento “já condenado”.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.