Notícias de Caçador e Região

Sheik do Catar vai a Chapecó, recebe homenagem e faz convite a sub-17 da Chape

Após prometer na última sexta-feira que faria uma visita a Chapecó e à Chapecoense, o sheik Tamim bin Hamad bin Khalifa Al Thani, um dos homens mais ricos e importantes do Catar, esteve neste sábado na cidade catarinense para conhecer o clube alviverde.

Al Thani chegou de jatinho particular ao aeroporto de Chapecó, acompanhado de assessores – convidados, o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, e o embaixador do Catar no Brasil não compareceram.

Em seguida, o sheik foi à sede do clube e fez uma rápida reunião com dirigentes. Recebeu uma homenagem dos cartolas e ganhou do novo presidente da Chape, Plínio David de Nes Filho, uma bola de futebol, uma das últimas usadas em treino pelo time antes do acidente.

Al Thani, então, pediu para que um jornalista assinasse a bola, como forma de homenagear os profissionais de imprensa que morreram na tragédia do avião, no final de novembro.

Quem acabou autografando foi Sirlei Silva, fotógrafa que perdeu seu marido no acidente: Cleberson Silva, ex-assessor de imprensa da equipe catarinense.

O sheik não abriu para perguntas e fez um pronunciamento. No entanto, o ESPN.com.br acabou lhe questionando que tipo de suporte ele iria dar à Chape.

Al Thani, então, revelou que convidou o time sub-17 dos alvivedes para disputar um torneio em janeiro, no Catar, além de ter aberto as portas da famosa Academia Aspire, centro de referência na formação de atletas, para os jovens jogadores da Chapecoense.

“Isso vai estreitar o relacionamento entre todos”, explicou.

Depois, o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, passeou com o catari pelo gramado da Arena Condá e explicou que deseja reformar o estádio, fazendo um memorial para as vítimas da tragédia e ampliando a capacidade da arena, que atualmente comporta cerca de 23 mil pessoas.

Buligon, então, disse a Al Thani que quer ver um dia a Chapecoense chegar ao mesmo patarmar do Paris Saint-Germain, atualmente um dos clubes mais importantes e ricos do futebol europeu, e que é controlado pelos cataris através de um fundo.

O sheik emocionou com sua resposta: “Gostaria que vocês fossem além”.

Com informações do ESPN.com.br

trevo-todas-materias

Veja Também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.