Notícias de Caçador e Região

SETEMBRO AMARELO: É preciso falar sobre suicídio e seus fatores de riscos

Os números de suicídios no Brasil são altos e preocupantes. Acontece uma morte por suicídio a cada 45 minutos, mas para cada morte temos outras 20 tentativas. No mês de Setembro, na Campanha Setembro Amarelo, mais ações e diálogos são divulgados sobre suicídio e seus fatores de risco. “Mas é importante falar sobre a situação o ano todo, alertando mais pessoas”, afirma a psicóloga Lígia Arcego Pierdoná Vitto, da Unimed Caçador.

A profissional relaciona sinais importantes que devem ser observados no comportamento das pessoas, independente da idade, e alerta que é preciso procurar ajuda. “Isolamento social, histórico de depressão na família, ansiedade, baixa autoestima, desânimo, falta de apetite, sono desregulado, são alguns dos sinais que as famílias devem ficar atentas”.

Ela lembra que não existem dados como idade ou gênero, por exemplo, que possam prever quem será a pessoa que vai se matar, logo é importante sempre fazer o melhor possível.

Lígia destaca que diante dessa situação, o sentimento de impotência pode se fazer presente. Entretanto, ao contrário do que o senso comum tende a reproduzir, existem diversas maneiras de auxiliar essa pessoa. “Se há uma desconfiança, é importante que se converse diretamente com a pessoa que está sofrendo. Um diálogo aberto, respeitoso, empático e compreensivo pode fazer a diferença. Oferecer suporte emocional e informar sobre a ajuda profissional, bem como se mostrar à disposição, caso ela queira conversar novamente, são pontos importantes”, relata.

A Unimed Caçador possui duas psicólogas para atendimentos, de segunda a sexta-feira. Os atendimentos são com encaminhamento médico e, após a autorização, é realizado o agendamento.

 

A Campanha

O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. No Brasil, foi criado em 2015 pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), com a proposta de associar a cor ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro). Se Precisar conversar ligue 188 ou acesse www.cvv.org.br

Veja Também

Comentários estão fechados.