Notícias de Caçador e Região

Servidores públicos de Caçador não terão aumento salarial? – Por Rafael Seidel

Aumento salarial

Os servidores públicos municipais podem ficar sem aumento salarial. Isso porque alguns iluminados da Prefeitura deixaram para a última hora o envio dos projetos para a Câmara aprovar.

O problema é que, como estamos em ano eleitoral, existem restrições acerca do aumento de salário. No entendimento de alguns especialistas, o prazo terminou no início de abril. Em Caçador, o mês base é abril e, em outros anos, a discussão e votação podia ser feita até o final do mês.

Entretanto, no entendimento de alguns técnicos do Tribunal de Contas do Estado, como não haveria aumento salarial, e sim apenas a compensação das perdas do ano, de acordo com o IGPM, é possível que esse repasse seja feito.

Mas, os mesmos iluminados encaminharam dois projetos diferentes para a Câmara tratando do aumento: um, para os agentes de Saúde, com mais de 11% de reajuste e, para os demais servidores, apenas 2,96%.

Isso causou a ira dos servidores públicos municipais. Segundo as Fontes do Além, o clima está bastante quente em um grupo de WhatsApp, onde as discussões a respeito do assunto acontece.

Só que alguns dos iluminados que estão ao lado de Beto Comazzetto insistem em dizer que as redes sociais não vão influenciar em nada na eleição deste ano. Esses iluminados bem que pelo menos tentar ingressar no mundo digital para depois darem pitacos furados como esses…

Aumento salarial 1

Mas sabe o que é pior: a Associação dos Municípios do Alto Vale do Rio do Peixe (AMARP), onde o prefeito Beto Comazzetto frequentemente participa de reuniões, vem alertando desde o início do ano a respeito das vedações eleitorais por conta do aumento salarial. Esse alerta sugeria que os reajustes fossem feitos até o final de março.

Aumento salarial 2

A situação pode se complicar na esfera eleitoral. Beto Comazzetto é, por enquanto, candidato à reeleição. Se um aumento salarial for aprovado dentro do período proibido, Beto pode ter problemas com a Justiça Eleitoral.

Agora, uma coisa é certa: se Beto der o aumento, pode não ser candidato por causa dos problemas com a Justiça. Se não der, nem adianta ser candidato, por causa dos problemas com os servidores.

Aumento salarial 3

Sem o reajuste salarial, os servidores terão uma perda financeira enorme e correm o risco de somente no ano que vem serem contemplados.

Beto está realmente em uma péssima situação. E mais uma vez escrevo aqui: o problema é que os iluminados ao redor dele só fazem lambanças. Uma atrás da outra. Isso pode custar caro em outubro, mas isso é assunto para a coluna de amanhã.

Veja Também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.