Notícias de Caçador e Região

SC teve 122 mortes a cada 24h pela Covid-19 na última semana

Os dados desta segunda-feira (22), contabilizam 112 mortes pela Covid-19 nas últimas 24h em SC, número ainda abaixo da média da última semana, que registrou 122 mortes em decorrência do vírus por dia.

Apesar disso, a taxa de letalidade se mantém a menor do país, já que os casos confirmados também tem subido em proporções grandes. Nesta segunda (22) foram 3.353 novos registros, que já somam 767 mil contaminações desde o início da pandemia.

O número de casos que ainda estão ativos vem caindo, mas ainda segue alto, com 31,9 mil pacientes. Isso mantém a situação crítica vivida pelo Estado ainda em nível de agravamento, com 374 pacientes à espera de um leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Florianópolis e Joinville somam os números mais críticos, com 74 mil e 66 mil pacientes.

Os municípios com mais casos confirmados da Covid-19 em SC são:

Joinville: 74.451
Florianópolis: 66.971
Blumenau: 39.950
Chapecó: 30.301
São José: 29.295
Criciúma: 26.063
Palhoça: 23.295
Balneário Camboriú: 20.341
Brusque: 19.643
Itajaí: 19.550

SC tem menos de 1,6% da população totalmente imunizada

Os últimos dados, também desta segunda (22), indicam um total de 117 mil catarinenses que foram totalmente imunizados, considerando as aplicações das duas doses da vacina. São 398 mil que já tomaram a primeira dose.

Isso, pois um mutirão de vacinação foi feito durante o fim de semana que precedeu esta segunda (22), com 87 mil doses aplicadas nos dois dias, sendo 76 mil da primeira dose.

Atualmente, 41% dos trabalhadores da saúde já foram totalmente imunizados, 99% dos idosos em instituições de longa permanência, e 62% dos indígenas.

SC tem um dos menores índices de isolamento social

Refletindo o domingo (21), com tradicionalmente menor fluxo de pessoas, foram 44,5% dos catarinenses em casa, ante uma média nacional de 46,7%.

O Estado é o 5° menos isolado do país, em um ranking liderado pelo Acre, que tem 56% de índice.

O mês de março, além da alta de casos, registra baixas no isolamento social, ainda que com maiores restrições. No dia 8 de março, o Estado foi o segundo menos isolado do país, e dois dias depois, teve o pior índice a nível nacional.

Os dados são da plataforma In Loco, que mapeia 1,5 milhão de catarinenses via smartphone.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.