SC entra em alerta após frente fria que causou estragos no Rio Grande do Sul chegar ao Estado

Jonathan Ribeiro

Jonathan Ribeiro

As informações mais atualizadas de Santa Catarina, do Brasil e do Mundo!

Compartilhe

Alerta

Defesa Civil de Santa Catarina alerta para os riscos de temporais e transbordamento de rios

A frente fria e a corrente de jatos de baixos níveis que causaram as chuvas fortes no Rio Grande do Sul chegaram em Santa Catarina. De acordo com a Defesa Civil do Estado, são previstas chuvas intensas e volumosas a partir desta quinta-feira (2).

O risco, segundo a Defesa Civil, é alto para enxurradas e inundações nas bacias hidrográficas das regiões do Grande Oeste e Planalto Sul catarinense.

Os locais mais sensíveis e com risco de inundação são o Rio Uruguai e os de divisa com o Rio Grande do Sul, como Itapiranga, Mondaí, Palmitos e Águas de Chapecó. Além de municípios próximos aos Rios Chapecó, Chapecózinho e do Peixe.

Para a bacia do Rio Canoas o risco é moderado para ocorrências de inundações e enxurradas, sobretudo nos municípios de Lages e Otacílio Costa.

Alerta após chuvas no Rio Grande do Sul

De acordo com o meteorologista Piter Scheuer, os temporais não serão iguais ao Rio Grande do Sul, por lá o estado é considerado de emergência enquanto em Santa Catarina é de alerta.

Frente fria provoca temporais e alerta para riscos em SC e RS

Nesta quinta-feira (02), uma frente fria avança sobre as regiões de divisa com o Rio Grande do Sul, trazendo consigo uma série de fenômenos meteorológicos intensos.

Chuvas torrenciais, acompanhadas de raios, rajadas de vento e granizo, são esperadas, aumentando o risco para alagamentos, enxurradas e danos estruturais.

As áreas mais vulneráveis enfrentarão um cenário de alto perigo, com o potencial para destelhamentos, interrupções na rede elétrica e quedas de árvores e galhos.

Ao longo do dia, a instabilidade se espalha por outras regiões do estado, mantendo um risco moderado a alto para ocorrências meteorológicas adversas.

Inicialmente concentrada no norte gaúcho e na divisa com Santa Catarina, a frente fria pode também causar precipitações volumosas em outras áreas do estado catarinense, dependendo de sua trajetória e intensidade.

Os ventos, por sua vez, sopram de forma variável, predominando entre norte e noroeste, com rajadas que podem atingir velocidades entre 50 e 65km/h.

Diante das incertezas nos modelos meteorológicos e da situação crítica no Rio Grande do Sul devido às fortes chuvas, a Defesa Civil de Santa Catarina recomenda que a população acompanhe de perto as atualizações dos avisos, alertas e monitoramentos meteorológicos, emitidos em tempo real, para garantir a segurança de todos.

Previsão do tempo para esta sexta-feira (3)

A frente fria que se estabelece sobre Santa Catarina continua trazendo instabilidade ao estado, mantendo o tempo instável em todas as regiões.

Na sexta-feira (03), os temporais mais intensos são esperados do centro ao sul do estado, aumentando os volumes acumulados nessas áreas e elevando o risco para uma série de ocorrências meteorológicas adversas.

A Defesa Civil alerta para um alto risco de alagamentos, enxurradas, deslizamentos, inundações, vendavais e queda de granizo em diversas localidades. Os ventos predominam do quadrante norte, com intensidade variando entre fraca e moderada e rajadas podendo alcançar até 55 km/h.

Quanto às temperaturas, as mínimas registram valores entre 17 e 22°C no Oeste, Extremo Oeste e no litoral, enquanto nas demais áreas variam entre 12 e 18°C.

As máximas oscilam entre 17 e 24°C no Oeste, Extremo Oeste, Planalto Norte e no litoral, enquanto no restante do estado marcam entre 13 e 18°C.

Com informações ND Mais 

LEIA TAMBÉM: RS decreta estado de calamidade pública devido aos fortes temporais

Receba notícias, diariamente.

Salve nosso número e mande um OK.

Ao entrar você está ciente e de acordo com todos os termos de uso e privacidade do WhatsApp