Notícias de Caçador e Região

SC decreta situação de emergência por superlotação de hospitais

O governo de Santa Catarina decretou situação de emergência na saúde nesta sexta-feira (3). A decisão ocorre por conta do cenário de superlotação nos hospitais e a sobrecarga na saúde devido ao aumento do número de casos de síndrome respiratória no Estado.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), três pacientes pediátricos, cinco bebês do neonatal e 15 adultos aguardam na fila de espera por um leito em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Aldo Baptista Neto, o objetivo do decreto, que valerá por 90 dias, é acelerar as ações de contenção da alta demanda nas emergências das unidades de saúde e abrir novos leitos.

“No total são 92 leitos que nós vamos ampliar em cerca de 60 dias. São 15 adultos e o restante pediátricos”, disse.

Superlotação

 

Segundo o painel de leitos, atualizado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) às 11h de quinta-feira (2), das 1.049 vagas classificadas de UTI no Estado, 1.017 estavam ocupadas, representando 96,9% do total.

Nas regiões da Foz do Rio Itajaí e Grande Oeste, no entanto, a taxa de ocupação chegou a 100% (veja o mapa abaixo). Apesar da fila, segundo a SES, os pacientes estão recebendo atendimento.

Veja Também

Comentários estão fechados.