Notícias de Caçador e Região

SC começa a vacinar nova faixa etária contra a Covid-19; saiba qual

Novas doses das vacinas contra a Covid -19 estão a caminho das regionais de saúde de Santa Catarina nesta quinta-feira (25). A prioridade dessa remessa é ampliar a vacinação de idosos. Agora, será incluído na vacinação o público entre 80 e 84 anos.

As 126.100 doses de imunizantes começaram a sair da Grande Florianópolis por volta das 7h30.
Logo pela manhã, as vacinas foram enviadas a Chapecó, São Miguel do Oeste, Xanxerê, Concórdia, Lages, Rio do Sul, Joaçaba e Videira. Em seguida, foram enviados lotes para Joinville, Jaraguá do Sul e Mafra.

A partir das 13h, serão encaminhados para a Grande Florianópolis, Tubarão, Araranguá e Criciúma, Blumenau e Itajaí.

Os imunizantes seguem via terrestre com o apoio das forças de segurança do Estado, que fazem a escolta. A previsão é entregar todas as doses ainda nesta quinta-feira.

O secretário da Saúde de Santa Catarina, André Motta Ribeiro, que está em Brasília participando da Assembleia do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) e reunião do Conselho Intergestores Tripartite, destacou a atuação do Estado no sentido de viabilizar mais uma vez a distribuição das vacinas às regionais em tempo recorde.

“O Estado está fazendo sua parte garantindo que essa vacina chegue rapidamente aos municípios. Precisamos destacar que não podemos relaxar com os cuidados para evitar a proliferação do vírus”, disse.

Nesta quarta-feira (24), Motta Ribeiro revelou em nota a situação de colapso no sistema de saúde. Ele enviou um ofício aos 295 secretários municipais de saúde, em que alertou para a manutenção dos estoques de insumos, principalmente os relacionados aos “kits intubação”.

“Preciso informar a todos que a situação da pandemia deteriorou no Estado todo e, a exemplo do que acontece nas regiões mais a Oeste, estamos entrando em colapso! Todos os esforços de Estado e municípios, até então, são insuficientes em face à brutalidade da doença”, afirmou o secretário.

Ao todo, o Estado recebeu na quarta-feira (24) o total de 107.700 doses: 59.500 da vacina Oxford/AstraZeneca e 48.200 doses Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan.

Doses enviadas

As doses da Oxford/AstraZeneca serão distribuídas de forma integral, sem reserva da D2 (Dose 2), tendo em vista que o intervalo entre a D1 e a D2 desta vacina é de 12 semanas.

A nova remessa visa atender os seguintes grupos prioritários, conforme dados da Secretarias Municipais de Saúde e do Ministério da Saúde:

100% da população idosa de 85 a 89 anos (46.807 pessoas);
35% da população idosa de 80 a 84 anos (28.054 pessoas);
8% dos trabalhadores de saúde (13.221 pessoas).

No caso da vacina Coronavac/Butantan, será distribuída apenas metade das doses recebidas (24.100) para a aplicação da D1 (Dose 1), considerando que o intervalo dessa vacina é menor, de duas a quatro semanas. Desta forma, serão enviadas 83.600 doses aos municípios. Essa maneira de distribuição segue recomendação do Ministério da Saúde.

Junto com essa nova remessa de doses, o Estado está enviando as 42.500 da vacina Coronavac/Butantan que chegaram a Santa Catarina no dia 7 de fevereiro e estavam armazenadas na Rede de Frio estadual para garantir a aplicação da D2. Essas doses serão aplicadas naqueles que já receberam a D1 da vacina. No total, serão 126.100 doses enviadas aos municípios.

Segundo a Gevim (Gerência de Vigilância de Doenças Agudas e Imunização) e a Dive (Diretoria de Vigilância Epidemiológica) , os grupos das próximas fases devem ser vacinados assim que novos lotes forem encaminhados pelo Ministério da Saúde.

“Iniciaremos as fases seguintes, até que tenhamos toda a população idosa acima de 60 anos, que representa mais de 80% dos óbitos de Covid-19 no Estado, protegida pela vacinação”, informaram em nota.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.