Notícias de Caçador e Região

SC alerta para o aumento de casos de doenças respiratórias em crianças

Dive/SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina) emitiu, na última sexta-feira (20), uma nota de alerta sobre o aumento de casos de doenças de transmissão respiratória em crianças.

De acordo com a nota de alerta, a chegada da estação mais fria do ano aumenta a preocupação em relação à circulação de vírus que causam doenças respiratórias.

Além disso, nas últimas semanas, tem aumentado o número de consultas e internações infantis por conta de sintomas respiratórios. A Dive/SC alerta ainda que os leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) pediátrica para tratamento de síndromes respiratórias em crianças tem alcançado índices de lotação total.

Conforme o boletim epidemiológico, atualizado no dia 10 de maio, Santa Catarina registrou 157 casos confirmados de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) por influenza, sendo que 28 morreram.

“A maior parte dos casos de SRAG foi causada pelo subtipo influenza A (H3N2), responsável por 113 casos e 23 óbitos. Em relação às crianças de 0 a 9 anos foram registrados 36 casos e dois óbitos, sendo 28 casos e 2 óbitos causados pelo vírus influenza A (H3N2)”, destaca a Dive/SC em nota.

Veja Também

Comentários estão fechados.