Notícias de Caçador e Região

Santa Catarina tem 5 casos confirmados de coronavírus e transmissão local

Subiu para cinco o número de casos confirmados de coronavírus em Santa Catarina. A informação foi divulgada durante coletiva do governo do Estado, na manhã deste sábado (14), com a presença do governador Carlos Moisés.

Os dois novos casos foram registrados no município de Rancho Queimado, na Grande Florianópolis. Um dos pacientes tem histórico de viagem ao exterior, e o outro teve transmissão local – a 1ª registrada no Estado.

O paciente que voltou do exterior é um homem de 65 anos. Ele teve contato com a outra paciente, uma mulher de 59 anos. Não foi informado o grau de parentesco deles, apenas que “são próximos”. Os dois estão em isolamento domiciliar em Rancho Queimado.

Com a primeira transmissão local, Santa Catarina passa para o nível 3 de contágio da doença. No entanto, segundo o secretário de Saúde do Estado, Helton Zeferino, não há motivo para pânico e as pessoas não devem procurar hospitais no primeiro sintoma.

Até esta manhã, são 85 casos suspeitos no Estado, que são examinados pelo Lacen, e 39 foram descartados.

Medidas de enfrentamento em SC

Moisés convocou a coletiva de imprensa desta manhã para detalhar as ações de enfrentamento ao coronavírus em Santa Catarina. A divulgação ocorreu após reunião do Grupo Estadual de Ações Coordenadas (GRAC), instaurado para monitorar e coordenar os trabalhos de controle da doença no Estado.

  • Entre as medidas anunciadas estão:
  • Suspensão de eventos públicos em todo o Estado.
  • Recomendação da suspensão de todos os eventos privados no Estado.
  • Recomendação de atendimentos online em serviços públicos.
  • Suspensão de visitas íntimas no sistema prisional – São mais de 20 mil por mês em todo o Estado, conforme o governo.
  • Recomendação de trabalho remoto para idosos.
  • Em caso de sintomas da doença, ligar para o número 136 para informações.

Não procurar hospitais em caso de suspeita (para não aumentar o contágio). Procurar posto de saúde para o primeiro atendimento.Recomendação para que missas e cultos sejam feitos à distância.

Na quinta-feira (12), o governo do Estado instaurou um Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES) para monitorar a evolução dos casos suspeitos e preparar a rede estadual para atender pacientes.

Carlos Moisés também editou um decreto que estabelece medidas de emergência para conter o avanço do Covid-19 em Santa Catarina.

Com informações ND Online 

 

Veja Também

Comentários estão fechados.