Notícias de Caçador e Região

Santa Catarina deve ganhar uma nova polícia; entenda

Santa Catarina deve passar a contar com uma nova polícia a partir dos próximos meses. Está em análise e prestes a ir a votação na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina) a alteração do IGP (Instituto Geral de Perícias) para Polícia Científica.

Trata-se de uma demanda antiga da corporação que, em alinhamento com as instituições dos outros estados da federação, busca uma espécie de coesão de nome e de função do braço da segurança.

Para o perito-geral do (ainda) IGP, Giovani Eduardo Adriano, trata-se de uma mudança importante por vários aspectos, mas dois deles, em destaque: “o nome polícia, por si só, já tem um peso e uma força maior que instituto e outra que, com todo o País alinhado, até a demanda de recursos federais poderia ser mais benéfica”, explicou o chefe do instituto em Santa Catarina.

Giovani ainda acrescenta que essa alteração, apesar de demandar uma série de trocas, não trará custos extras aos cofres do Estado.

Alteração interrompida na pandemia

Anseio antigo da instituição, essa “provocação” havia sido lançada ainda no início de 2020. Com a chegada da pandemia do coronavírus – com a primeira morte no Brasil em final de fevereiro – o tema foi deixado de lado.

Atualmente a demanda está com a Casa Civil que, em breve, deve encaminhar à Alesc para devida apreciação e, dessa forma, consolidação da troca.

Giovani lembra que o nome “polícia” para a função não chega a ser exatamente uma novidade já que, até 2005, o órgão era chamado de DPTC (Diretoria de Polícia Técnica e Científica) que, logo depois, foi transformado em Instituto Geral de Perícias.

Antes de concluir o chefe do IGP ainda teceu elogios ao instituo de Santa Catarina, o qual considera “o melhor do Brasil” devido a valorização dos profissionais, o número de servidores e o equipamentos dos quais dispõe.

“Posso afirmar que crescemos muito no atual governo, conseguimos uma nomeação de servidores histórica, interiorizamos esse pessoal, estamos com uma força-tarefa do anterior”, exaltou.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.