Notícias de Caçador e Região

Safra deve atingir 55 mil toneladas em Caçador e região. Assista

A colheita do tomate na lavoura da agricultora Maria Neusa Toresan no Km 08 da SC 135 já está no fim. Ela junto com a irmã Elisabeth Aparecida Toresan, plantaram cerca de 60 mil pés. A primeira parte começou a ser colhida em janeiro e o restante, agora no final de fevereiro e começo de março. A produtividade deve ficar em 320 caixas por mil pés plantados.

Da mesma forma como outros produtores de Caçador e região, as irmãs comemoram os bons preços do tomate. As primeiras vendas atingiram R$ 60,00 a caixa de 26 quilos. Agora, já no final, estão comercializando a R$ 30,00 a caixa. Mas para as irmãs Torezan, assim como para muitos outros produtores, a situação não é de euforia.

Como a safra passada foi de prejuízos, com os ganhos deste ano, muitos estão pagando dívidas e investindo na melhoria dos equipamentos de trabalho. “Quando sobra tomate cai o preço, mas este ano está bom e estamos conseguindo cobrir bem os custos, pagar as dívidas”, diz.

 

Produtividade

O Gerente Regional da Epagri, Valderis Rossetti destaca que a produtividade nesta safra ficará em torno de 55 mil toneladas de tomate em Caçador e região. A área plantada segundo levantamento feito entre os sete municípios que compõe a Secretaria de Desenvolvimento Regional (10ª SDR) é de 1.060 hectares cultivados, sendo que 900 hectares são no sistema de irrigação por gotejamento.

A produtividade está em média 30% menor que a safra do ano passado em função de fatores climáticos como a estiagem e o excesso de chuvas em alguns períodos críticos da produção. “No entanto, os produtores da nossa região estão sendo recompensados pela alta dos preços do tomate. As adversidades ocorridas em outras regiões produtoras acabaram favorecendo o produto de Caçador”, comenta Rossetti.

 

Preços

Os preços do tomate de Caçador na safra 2012/2013 ficaram na média de R$ 50,00 a R$ 70,00 a caixa, com casos de produtores que conseguiram obter até R$ 80,00 a caixa.

A alta no valor pago se deve a demanda. Em outras regiões produtoras que competem com Caçador a chuva prejudicou a safra, principalmente na região Centro-Oeste. Por isso, o tomate de Caçador, alcançou bons preços. A redução da área plantada no Brasil está na média de 16% e consequentemente a menor oferta do produto favorece a alta nos preços.

 

Qualidade

Sobre a qualidade do tomate nesta safra, conversamos com a extencionista da Epagri Darclé Clauberg. Ela destaca que o clima favoreceu a menor incidência de pragas e doenças. 

 

 

Veja Também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.