Notícias de Caçador e Região

Rodovias de SC terão bloqueios e paralisação de caminhoneiros; veja o que está planejado

Com a aproximação do dia 7 de Setembro, a expectativa para paralisações de caminhoneiros em Santa Catarina se intensifica. As rodovias federais de todo o país deverão ser palco para manifestações populares marcadas para o feriado de Dia da Independência.

Os atos devem iniciar às 6h do dia 7 de Setembro e não têm previsão de término. Na pauta, os manifestantes pedem, sobretudo, impeachment de ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) e voto impresso e auditável.

Conforme o líder regional sul, Jair Ferraz, os pontos de bloqueio devem ocorrer nos municípios de Maracajá, Tubarão, Araranguá, Santa Rosa do Sul, Sombrio e São Cristóvão do Sul.

Ferraz destaca que os locais são estratégicos e que impedem alternativas de tráfego inclusive para veículos menores. Só devem passar carga viva e veículos de emergência, como ambulâncias.

Outro ponto que será bloqueado durante o feriado nacional é o km 25 da BR-101, em Joinville, no Norte de Santa Catarina. Nessa região estão planejados, ao menos, 15 pontos de bloqueio.

Foram confirmadas paralisações nos municípios de São Francisco do Sul, Mafra, Canoinhas, Porto União, Papanduva, Guaramirim, Garuva e Itajaí. Na Grande Florianópolis estão planejadas mobilizações em Palhoça e Biguaçu.

A classe ainda está montando estratégias para definir todos os pontos de parada.

Possíveis impactos

Consultada, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) informou que ainda não foi comunicada sobre as paralisações. Disse, ainda, que está monitorando as postagens e movimentações na internet, mas que “não é possível ter certeza que essas ameaças vão se concretizar”.

A PRF afirmou que, caso as paralisações de fato ocorram, adotará os mesmos procedimentos usados em outras manifestações: identificação de lideranças, diálogo e negociação.

Já a Fetrancesc (Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística no Estado de Santa Catarina) acredita que o movimento se concentrará em Brasília e São Paulo.

Com informações ND Mais 

Veja Também

Comentários estão fechados.