Notícias de Caçador e Região

Ricardo tenta salvar o filho antes de morrer, segundo o Tenente-coronel dos Bombeiros

Segundo o  Tenente Coronel Diogo Losso, do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, Ricardo de Moraes Barbosa, de 48 anos, e Deyvid Fernandes, de 29 anos, teriam tentado salvar a vida de Michael Barbosa, 25 anos, antes de se tornarem vítimas fatais do naufrágio de uma lancha, que aconteceu na tarde de sexta-feira, dia 14, no Canal da Barra, em Laguna.

 

Segundo o militar, haviam 4 vítimas agarradas ao casco da lancha, que já estava afundando. Logo após o agente policial entregar flutuadores de salvamento, chamados os life-belts, para que as vítimas pudessem se agarrar, uma delas falou que duas pessoas (Ricardo e Deyvid), haviam saído nadando para tentar salvar outra vítima (Michel Barbosa, filho de Ricardo).

 

As buscas então se estenderam pelas proximidades. Ricardo e Deyvid foram encontrados a aproximadamente 300 metros da embarcação, já submersa, em grau alto de afogamento. A corporação usa uma escala para medir as condições da vítima que vai de zero a seis. As duas vítimas estavam no último nível, que determina a aplicação urgente das técnicas de reanimação cardiorrespiratória. Isso foi feito, mas, infelizmente, o quadro não pôde ser revertido. Ricardo foi a óbito ainda no local e Deyvid chegou a ser levado ao hospital, mas também não resistiu. Os corpos foram recolhidos pela Polícia Científica e encaminhados para a unidade de medicina legal de Tubarão.

 

O corpo de Michel Barbosa ainda não foi encontrado. Equipes de busca trabalham no local. As buscas realizadas no canal de navegação da Barra de Laguna, que tem histórico de naufrágios e embarcações documentadas desde 1542, vão durar até o anoitecer. Os trabalhos serão continuados no domingo, 16, caso sejam infrutíferos. A ação de procura envolve o Corpo de Bombeiros, a Marinha do Brasil e as polícias Militar e Civil. Embarcações de resgate, lanchas e helicópteros são empregados na busca.

 

Com informações – Rádio Caçanjurê 

Veja Também

Comentários estão fechados.