Notícias de Caçador e Região

Reitor da Uniarp anuncia mais uma turma de mestrado

O Reitor da Uniarp e Diretor da Associação Catarinense de Imprensa (ACI), Prof. Pós-Dr. Adelcio Machado dos Santos, comunicou a integralização de mais uma turma do Mestrado em Desenvolvimento e Sociedade.

O aludido curso foi recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), fundação do Ministério da Educação encarregada da regulação e fomento da pós-graduação, e agora completo a sua segunda turma.

A primeira regulamentação da pós-graduação “stricto sensu” (mestrado e doutorado) verificou-se por meio do Parecer nº 977/1965, relatado pelo Conselheiro Newton Sucupira, no âmbito do Conselho Federal de Educação.  De acordo com este texto, “a pós-graduação torna-se, assim, na universidade moderna, cúpula dos estudos, sistema especial de cursos exigido pelas condições da pesquisa científica e pelas necessidades do treinamento avançado

O seu objetivo imediato é, sem dúvida, proporcionar ao estudante aprofundamento do saber que lhe permita alcançar elevado padrão de competência científica ou técnico-profissional, impossível de adquirir no âmbito da graduação.

Mas, além destes interesses práticos imediatos, a pós-graduação tem por fim oferecer, dentro da universidade, o ambiente e os recursos adequados para que se realize a livre investigação científica e onde possa afirmar-se a gratuidade criadora das mais altas formas da cultura universitária. ”

Reza o Parecer da Recomendação da CAPES acerca do Mestrado em foco: “A proposta é formada por uma área de concentração (Desenvolvimento e Sociedade) e duas linhas de pesquisa (Desenvolvimento e Associativismo, Desenvolvimento Sociedade e Educação). O foco da área de concentração é desenvolvimento, sociedade e educação. A primeira linha cobre estudos sobre o papel do associativismo no desenvolvimento regional. A segunda linha tem como foco principal a formação de recursos humanos, destacando o papel da educação para o desenvolvimento. A estrutura curricular é formada por 17 disciplinas que cobrem bem as linhas de pesquisa. O conjunto de disciplinas obrigatórias é composto por 4 (quatro) disciplinas e 3 (três) créditos, totalizando 12 (doze) créditos. As disciplinas obrigatórias são distribuídas por linha de pesquisa sendo 2 (duas) disciplinas e 3 (três) créditos, totalizando 6 (seis) créditos por linha. As disciplinas optativas são em número de 8 (oito) destinadas a dar base ao estudante para desenvolver o trabalho de dissertação”.

Por fim, o Reitor Adelcio salienta o empenho e competência do corpo docente e dos mestrandos da primeira turma, que fazem o curso se destacar.

Veja Também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.