Notícias de Caçador e Região

Regulamentação de criptomoedas pelos governos

As criptomoedas não se limitam às fronteiras normais dos países. Então, qual é a complexidade da regulamentação das criptomoedas pelos estados, e é necessário fazê-la?

Porque o governo precisa de controle de criptomoedas

As criptomoedas são ativos virtuais e as novas queridinhas de investidores. Nos últimos meses, proprietários de criptomoedas viram os valores de seus ativos se multiplicarem grandiosamente, o bitcoin preço é um exemplo. Em razão disso, muitas pessoas estão entrando de cabeça no mercado de cripto-ativos.

Isso leva a uma avalanche de recursos destinados à aquisição de criptomoedas, assim como a criação de um novo mercado. Empresas e entidades surgem todos os dias para suprir a demanda por serviços voltados ao mercado de cripto-ativos.

Nesse cenário, alguns golpistas se utilizam da falta de conhecimento e da pouca informação pública sobre criptomoedas para dar golpes. Isso acaba afastando muitas pessoas do mercado de moedas criptografadas e gera prejuízos irrecuperáveis

Além disso, muitos países, como os Estados Unidos, veem as criptomoedas como um risco para a hegemonia do dólar. É importante destacar que a moeda real exerce uma grande influência no controle do mercado internacional. Perder esse poder, não está no plano de grandes nações como os EUA.

Os governos podem regular a criptomoeda?

Por conta disso, há um movimento mundial para que governos dos quatro cantos do mundo se comprometam a regularizar a operação de cripto-ativos. Analistas do mercado estabelecem que a regularização do mercado de criptomoedas é uma questão de tempo.

Os governos de vários países, por meio de seus Bancos Centrais, vêm emitindo normas e decretos no sentido de regularizar o mercado de cripto-ativos. Países como Ucrânia e El Salvador pássaro econômico americano.

No mais, países como Portugal e Brasil analisam projetos de leis que pretendem regular o mercado de cripto-ativos, estabelecendo regras para empresas que pretendam explorar esse nicho. A questão tributária das criptomoedas também está em debate nestes países.

Como a regulamentação afetará o mercado de criptomoedas

A regulamentação de cripto-ativos é vista com dualidade pelo mercado e investidores. Ao passo que ela garante maior segurança à cadeia de operação, muitos temem que ao regulamentar as criptomoedas, os governos usem esse poder para prejudicar os proprietários que prezam pela privacidade.

O que se sabe é que o mercado de cripto-ativos, portanto, será afetado diretamente pela regulamentação das criptomoedas. Essas consequências podem ser positivas, se vierem no sentido de garantir mais segurança às operações. Como também podem ser negativas, caso o interesse dos governos seja o de manter a hegemonia das moedas nacionais.

Conclusão

Como toda novidade, o mercado de criptomoedas está no centro do debate das casas legislativas do mundo todo. Por se tratar de um mercado novo, a discussão acerca da sua regulamentação ainda está em fase inicial. Tudo leva a crer que em algum momento as criptomoedas serão regulamentadas pelos governos. Basta saber quanto e quem serão os beneficiados por essa regulamentação.am a autorizar o uso de Bitcoin como moeda corrente para pagamentos, assim como Cuba que vê nas criptomoedas uma alternativa para fugir do bloqueio.

Veja Também

Comentários estão fechados.