Notícias de Caçador e Região

Receita Federal apreende R$ 1,5 milhão em produtos ilegais em seis ônibus no Oeste de SC

A Receita Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, com apoio da PM (Polícia Militar) de Chapecó, deflagrou a Operação Perscruto. Após 20 horas de fiscalização nas rodovias de Santa Catarina, seis ônibus com mercadorias oriundas do Paraguai foram abordados. A estimativa, conforme a Receita Federal, é que R$ 1,5 milhão em mercadoria ilegal tenha sido apreendida.

De acordo com o auditor fiscal da Receita Federal de Santa Maria, Francisco Velter, a operação iniciou às 15h de sábado (24) e finalizada às 11h de domingo (25) quando o comboio dos ônibus chegou à Receita Federal de Santa Maria. No Oeste, os ônibus foram abordados em Chapecó, Bom Jesus e Cunha Porã.

“É um trabalho de investigação junto com a polícia que acontece rotineiramente. Nessa operação que aconteceu em todo Oeste, abordamos seis ônibus que transportavam mercadorias de descaminho, ou seja, a grande maioria aparelhos eletrônicos. O destino final desses produtos seria a Serra gaúcha”, explica o agente fiscal.

A operação da Receita Federal visa coibir todo e qualquer crime cometido nas rodovias catarinense e fronteiriças. Recentemente, a Ponte da Amizade, passagem que liga Foz do Iguaçu, no Extremo-Oeste do Paraná, com Ciudad del Este, no Paraguai, foi liberada. O local ficou fechado por sete meses desde o início da pandemia.

Porém, a fiscalização é intensa por parte da PRF (Polícia Rodoviária Feral). O tempo de permanência no país vizinho é restrito, além de outras regras no horário de entrada e saída, tanto para turistas como para moradores com residência fixa no Paraguai. Além disso, o uso de máscara é obrigatório.

Com informações ND Online

Veja Também

Comentários estão fechados.