Notícias de Caçador e Região

Queda no interesse por cursos de licenciaturas preocupa Câmara Regional de Educação

A primeira reunião do ano da Câmara Regional de Educação foi realizada dia 21 de março no Centro Administrativo e Reitoria da UNIARP. A Câmara, que integra a Vice-Presidência Regional Centro-Norte da FIESC, discutiu a proposta de ações para o ano de 2017 e durante o evento ficou evidente a preocupação dos integrantes com a queda no interesse por cursos de licenciaturas.

O Brasil tem formado menos professores a cada ano. Desde 2010, apesar do aumento no acesso ao Ensino Superior, menos estudantes têm procurado faculdades para seguir na docência – e muitos dos que completam o curso não têm a sala de aula como meta.

O diretor-executivo do Movimento Santa Catarina pela Educação, Antônio José Carradore, destacou que apenas 2% dos jovens do ensino médio tem interesse em seguir na carreira de professor. “É algo grave. Daqui a pouco não vamos ter professores suficientes. E este assunto foi discutido na Câmara e a partir daqui podem surgir propostas e ações, estratégias para tornar a profissão mais atrativa, para trabalhar a valorização do professor”, salienta.

A questão da valorização dos professores é o foco das ações da FIESC por meio do Movimento Santa Catarina pela Educação em 2017. O projeto relacionado à valorização dos professores está alinhado ao Plano Nacional da Educação. De acordo com o Censo Escolar, dos mais de 392 mil estudantes que ingressaram em licenciaturas em 2010, apenas 201 mil concluíram as formações em 2013.

Participação

A primeira reunião da Câmara Regional de Educação contou com a participação de dirigentes empresariais, lideranças educacionais, representantes de Universidades, professores, técnicos e especialistas de várias cidades da região. “É com grande satisfação que tivemos a primeira reunião com sala cheia, com vários municípios da regional representados. O Movimento vem cumprindo seu papel, colocando no mesmo ambiente os principais atores responsáveis pela educação e os interessados pela melhoria da educação”, explica Carradore.

O vice-presidente Regional da FIESC Gilberto Seleme destaca que a Câmara Regional de Educação é uma importante ferramenta do Movimento por favorecer a união, a troca de ideias e experiências com articuladores que conhecem a realidade da região. “No mundo globalizado a educação é o primeiro degrau para uma sociedade mais competitiva e fortalecida. A educação realmente faz a diferença”, comenta.

Guia EducaRH

Todos os participantes da Câmara Regional de Educação receberam o Guia EducaRH resultado do Workshop EducaRH realizado em 2015 em todas as vice-presidências regionais da FIESC, que mobilizou 595 profissionais de recursos humanos e 290 empresas. A entrega simbólica do guia foi realizada para o professor Paulo Gonçalves, do quadro de docentes da UNIARP.

Saiba mais

O Movimento Santa Catarina pela Educação atua com um conjunto de iniciativas como a mobilização das famílias para um maior envolvimento com a vida escolar dos filhos; a constituição de um grupo de jovens como embaixadores da Educação; a organização de uma rede de voluntariado voltada para a melhoria do processo de ensino e aprendizagem; ações de qualificação da gestão escolar; e a celebração de parcerias de âmbito nacional e internacional.

O Movimento é destinado à adesão dos setores econômicos, dos sindicatos patronais e laborais, dos setores educacionais, da sociedade civil e do poder público comprometido com a causa da melhoria da Educação.

Como aderir ao Movimento?

Para ser signatária do Movimento Santa Catarina pela Educação é preciso expressar essa intenção preenchendo o Termo de Adesão no site do Movimento:

www.santacatarinapelaeducacao.com.br

Veja Também

Comentários estão fechados.