Notícias de Caçador e Região

Projeto que tramita na Alesc torna permanente o pagamento do antigranizo no Vale do Rio do Peixe

O vereador Jean Carlo Ribeiro (PSD) enalteceu durante sessão ordinária desta quarta-feira (16) a importância da aprovação do Projeto de Lei que tramita na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (ALESC), de iniciativa da Deputada Paulinha (Podemos), que torna de caráter permanente o Programa Antigranizo aos municípios da Região do Alto Vale do Rio do Peixe, fazendo com que o governo do Estado passe a custear 100% da ligação dos geradores para manter o sistema ativo.

Para o vereador, a estadualização do sistema, bandeira que tem defendido desde 2014 e intensificado em seu mandato na Câmara, levando a proposta ao governador e aos deputados catarinenses, vai trazer maior segurança aos agricultores e desonerar os cofres dos municípios, já que muitas vezes acabam arcando com o valor total dos geradores, que também são de responsabilidade do estado.

Jean explica que a propositura já foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça da Alesc e dever ser apreciada na Comissão de Finanças nos próximos dias, sendo encaminha posteriormente à Comissão de Defesa Civil e, em seguida, apreciada em plenário.

“Será uma conquista para todos os agricultores, que muitas vezes perdem suas safras por não tem o sistema em funcionamento, sem contar as perdas para os moradores da cidade que também são consideráveis. Com este projeto, o valor já estará assegurado no orçamento do Estado e as prefeituras poderão utilizar o valor que hoje pago em outras demandas”, afirma.

A importância de o sistema estar ligado não apenas em Caçador foi demonstrada no final de semana, quando os agricultores da comunidade do Bugre acabaram tendo prejuízos com o granizo, devido ao município de Calmon, que tem geradores custeados pelo Estado, estarem desligados.

Segundo informações repassadas ao vereador Jean, uma novem com granizo com cerca de 13,6 quilômetros se formou em Calmon às 17h10 de sábado (12), se deslocando para Caçador. Às 15h15 os geradores de Caçador foram ligados e a queda de granizo registrada às 17h41.  “Os 30 geradores de Caçador mantidos pela prefeitura foram ligados, o que impediu a chegada do granizo nas demais comunidades. Mas como as nuvens já chegaram com o granizo formado, a comunidade do Bugre, que faz limite com Calmon, foi atingida, o que trouxe prejuízos aos agricultores”, relata.

Veja Também

Comentários estão fechados.