Notícias de Caçador e Região

Programa Indústria Solar será apresentado em Caçador dia 09 de maio

A Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), através da Vice-Presidência Regional e das Câmaras de Assuntos de Energia e Desenvolvimento da Micro e Pequena Indústria realizam dia 09 de maio evento de apresentação do Programa Indústria Solar. O evento será realizado às 19 horas no Auditório da Reitoria da UNIARP (Rua Victor Baptista Adami, 800 – Térreo). As inscrições estão disponíveis online no link: https://goo.gl/WCmoyA

A abertura será realizada pelo vice-presidente Regional da FIESC, industrial Gilberto Seleme. Na ocasião será apresentada a 2ª Etapa do Programa Indústria Solar: Instalação de Painéis Fotovoltaicos para Geração de Energia Elétrica nas Micro e Pequenas Indústrias de Santa Catarina, uma Inciativa da FIESC, com execução da Engie e WEG, com financiamento pelo CECRED, BRDE e BADESC e parceria da Celesc. A apresentação será realizada por Mauro Passos, presidente do Instituto Ideal.

Na sequência será apresentado o Programa Bônus Motor da Celesc – Incentivo para a Substituição dos Motores Elétricos, os Maiores Consumidores de Energia Elétrica na Indústria, por Leandro Ávila da Silva, chefe do Centro de Negócios de Eficiência Energética da WEG.

O objetivo do projeto é incentivar a geração de energia solar pelas indústrias oferecendo preços especiais. Tudo isso na busca por um setor produtivo mais moderno, eficiente, sustentável e competitivo.

Os parceiros do evento são: Sinduscom, SIF, SIMCA, Sindimadeira, Sindicato do Couro, Sindimate, Sinpesc e SindiVinho.

SERVIÇO: Para eventuais esclarecimentos sobre o cadastro online, favor entrar em contato pelo e-mail [email protected] ou no telefone (49) 3561-1326.

O Programa

Com bons resultados em diversos países, a fonte solar ganha destaque no Brasil, um dos territórios com melhores índices de irradiação solar no mundo. A tecnologia, cada vez mais acessível, representa um investimento vantajoso. Além disso, a energia solar não gera impactos ao meio ambiente, uma fonte sem emissão de gases de efeito estufa, ou seja, uma produção carbono zero.

A segunda etapa do programa estenderá às pequenas e médias indústrias catarinenses as facilidades para aquisição de sistemas fotovoltaicos que na primeira etapa eram destinadas aos sistemas residenciais.

Serão três modelos de geradores ofertados às indústrias catarinenses com preços diferenciados e condições especiais de financiamento que tornam o investimento autofinanciável, já que o valor economizado na fatura da energia elétrica poderá ser próximo ao da parcela do financiamento dos sistemas fotovoltaicos adquiridos por meio do programa.

A primeira fase do Programa Indústria Solar, lançado em 20 novembro de 2017, recebeu mais de 1250 inscrições em três meses. Projeto-piloto do programa, a primeira etapa teve as ofertas de sistemas residenciais direcionadas exclusivamente aos cerca de 40 mil colaboradores das empresas e entidades participantes.

Veja Também

Comentários estão fechados.