Notícias de Caçador e Região

Professora universitária, diagnosticada com covid-19, conta sobre o tratamento, em Lages

A professora universitária, Cristina Keiko Yamaguchi, foi a primeira pessoa a ser diagnosticada com o coronavírus, em Lages. Ela, que é irmã do coronel da reserva e ex-comandante do 15º Batalhão de Polícia Militar Yukio Yamaguchi, concedeu uma entrevista à Rádio Fraiburgo, de onde moram seus familiares.

Segundo Cristina, a partir do momento que o seu diagnóstico passou a ser divulgado em toda a imprensa do Estado, a vida de toda a família passou por uma reviravolta. O marido permaneceu em isolamento, em Lages. Os pais, idosos, ficaram com o filho e a nora, todos em isolamento, em Fraiburgo. Através das redes sociais, a família montou uma grande corrente de oração e boas vibrações, em prol de Cristina.

A professora conta que a pessoa, em tratamento do covid-19, fica sem qualquer contato com a família, não pode nem usar celular.

Foram ao todo 11 dias presa em um quarto de hospital, onde que neste período uniu a aflição, angústia, mas a fé e orações sobressaíram. Para a família, ao receber a notícia que Cristina não continha mais o vírus foi um alívio.

Cristina já está em casa e segue em recuperação. Ela segue o tratamento com atenção voltada aos pulmões.

Com informações Rádio Fraiburgo 

 

Veja Também
Comentários
Loading...