Início / Destaques / Professor entra armado com besta na Secretaria de Educação do DF

Professor entra armado com besta na Secretaria de Educação do DF

Um professor da Escola de Música, de 53 anos, foi detido, nesta sexta-feira (15/3), após entrar armado com uma faca e uma besta (arma que lança dardos) no prédio da Secretaria de Educação do Distrito Federal e pedir para falar com o responsável pela pasta, Rafael Parente.

A segurança do órgão agiu e o deteve já na antessala do gabinete do secretário, no 12º andar, acionando em seguida a Polícia Militar, que o levou algemado para a 5ª Delegacia de Polícia (Asa Norte). O prédio onde funciona a secretaria, no Setor Bancário Norte, foi isolado.

Segundo o sargento Ado, que atendeu a ocorrência, quando o professor chegou à antessala do secretário, a segurança estranhou e o deteve, fazendo com que ele se sentasse. Enquanto alguns agentes tentavam acalmá-lo, o chefe da segurança acionou a Polícia Militar.

Faca e besta na mochila

Ao chegar ao local, o sargento e o soldado Gouvea Pereira encontraram o homem sentado e aparentando estar muito nervoso. Quando os PMs o abordaram e pediram para ver o conteúdo da mochila, o professor tentou resistir e acabou contido. Na mochila, foram encontrados dardos, a besta (arma também utilizada no ataque à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano) e uma faca Imbel.

Ainda de acordo com o sargento, o professor afirmou que queria falar com o secretário. “Ele disse que a Escola de Música estava acabada e que ele queria falar com o secretário e mostrar o que ele havia levado para lá”, contou o sargento Ado. O professor também disse aos PMs que está afastado por questões psicológicas. Essa informação, no entanto, não foi confirmada pelo GDF. Uma ambulância foi deslocada até a 5ª DP, para onde o professor foi conduzido.

Ao Correio, funcionários da secretaria disseram que o professor costuma ir com frequência ao órgão e faz uma série de reclamações. “Ele fica dizendo que a Escola de Música vai acabar e pede para falar com o secretario”, contou um servidor que não quis se identificar. Desta vez, no entanto, disse o funcionário, o professor entrou direto, conseguindo chegar até o gabinete de Parente.

Professor afastado

O incidente foi confirmado por Rafael Parente por meio do Twitter. Em uma segunda mensagem, também na rede social, o secretário informou que o professor foi afastado por determinação do governador em exercício, Paco Britto, que determinou ainda a abertura de um processo administrativo.

Um pouco mais tarde, o sercetário adjunto de Educação, Mauro Oliveira, disse à imprensa que a preocupação no momento é prestar assistência ao servidor e que a família foi acionada para ir à delegacia. Oliveira considerou o episódio um “caso pontual” e evitou fazer qualquer relação com o ataque em Suzano. “Os eventos dos últimos dias fazem com que as coisas fiquem um pouco mais tensas”, admitiu, entretanto.

Com informações Correio Braziliense 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Sobre Notícia Hoje

O Portal Notícia Hoje foi criado com o objetivo de ser uma alternativa na comunicação online. Trazendo notícias de Caçador e região, aborda política, economia, segurança, esportes e variedades e já se consolidou como referência na informação com rapidez e credibilidade.

Veja também

Incêndio atinge ervateira, em Catanduvas

Um incêndio atingiu o barracão da ervateira Catanduvas, na tarde desta segunda-feira, 18. Equipes do …